Potiraguá: Fazenda invadida por homens armados pertencem a Geddel e Lúcio Vieira Lima

Uma fazenda que segundo a polícia pertence ao ex-ministro do governo Temer Geddel Vieira Lima e ao irmão dele, o deputado federal Lúcio Vieira Lima, foi invadida na madrugada deste sábado (23), no município de Potiraguá, sul da Bahia.

De acordo com o delegado Antônio Roberto Gomes da Silva Júnior, coordenador da Polícia Civil em Itapetinga, município onde o caso foi registrado, cerca de 25 homens que dizem ser índios, armados com espingardas e outras armas longas, invadiram a Fazenda Esmeralda por volta das 2h da manhã.

“Eles fizeram os funcionários reféns durante toda a madrugada e, no início da manhã, libertou todo mundo”, afirmou o coordenador, acrescentando que ninguém ficou ferido na ação.

Ainda segundo Antônio Roberto Júnior, outras pessoas que seriam do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem terra (MST) e do Movimento de Luta Pela Terra (MLT) trambém invadiram a fazenda. O delegado destaca, entretanto, que os integrantes que seriam dos movimentos sociais não estão armados.

O coordenador de Itapetinga informou que um inquérito foi instaurado para apurar o caso, e que se for comprovado que os invasores são realmente índios, o caso passará para a Polícia Federal.

A reportagem entrou em contato com a defasa de Geddel, que ficou de averiguar o caso. O G1 tentou falar com o deputado Lúcio Vieira Lima, mas não conseguiu contato.


Comentários

Os comentários estão fechados.