Conquista: Pastor Edimar se apresenta a polícia em Itabuna

EDIMAR DA SILVA BRITO, acusado dos assassinatos da Pastora MARCILENE OLIVEIRA SAMPAIO e da sobrinha dela ANA CRISTINA SANTOS SAMPAIO, crimes acontecidos em Vitória da Conquista, no dia 19 de janeiro de 2016, se apresentou a polícia na tarde desta segunda-feira (25).

“Ao saber que a Delegacia de Homicídios de Conquista estava no seu encalço mais uma vez, o Pastor Edimar se entregou no Complexo Policial de Itabuna”, informou o delegado Marcus Vinícius a reportagem do Blog do Rodrigo Ferraz.

Segundo o Promotor de Justiça JOSÉ JUNSEIRA ALMEIDA DE OLIVEIRA, que assinou a Denúncia contra os acusados, o motivo dos crimes teria sido _“a saída de vários fiéis da igreja de Edimar para seguir a vítima”._

Em 2017, por determinação do TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA BAHIA, através da sua Primeira Câmara Criminal, sendo Relator o Desembargador NILSON CASTELO BRANCO, em Salvador – Bahia, os Pastores EDIMAR DA SILVA BRITO e FABIO DE JESUS SANTOS foram soltos e a condenação do Vigilante ADRIANO SILVA DOS SANTOS a 30 anos de reclusão foi anulada.

Pastor Edimar estava foragido após ter mais um pedido de prisão decretado pela polícia. Ele deverá ser transferido para Conquista nas próximas horas.


Comentários

Os comentários estão fechados.