Potiraguá: Problema na fazenda de Moacir se tratava de ameaça e não sequestro

Um ocorrido envolvendo o empresário Moacir do Calcário, na tarde deste sábado (17), não se tratava de um sequestro, e sim de um mal entendido entre funcionários do empresário, morador do distrito de Itaimbé (Coreia).

Segundo a Polícia Militar do 4° Pelotão, lotada em Itaimbé, que estiveram no local, houve um mal entendido entre um funcionário e o filho de Moacir, onde esse funcionário ameaçava a todo momento atirar nos outros funcionários. Após a chegada da Polícia Militar de Potiraguá, a situação já tinha sido controlada pela PETO da cidade de Camacan, os envolvidos foram para a cidade de Itabuna.

Ressaltando que mesmo não sendo sequestro um dos dois v era perigoso e já tinha atirado na Guarnição de Una.

O empresário Moacir e seu filho Júnior, passam bem.


Comentários

Os comentários estão fechados.