Correção: ambulância apreendida pela PRF é de Macarani e não de Maiquinique

Sabendo da tamanha responsabilidade em levar a informação com o dever de reproduzir nada além da verdade, o BLOG DO EDYY cumpre o dever de fazer uma correção da supracitada matéria.

Na manhã desta sexta-feira (11), reproduzimos neste meio de comunicação uma matéria escrita pelo site www.juniormascote.com.br onde foi dito que uma ambulância teria sido apreendida pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), durante uma operação, realizada na Rodovia Santos Dumont, trecho de Jequié, quando na verdade a ambulância apreendida se tratava de um veículo da cidade de Macarani e não de Maiquinique como reproduzimos.

Aos caros leitores e seguidores do BLOG DO EDYY, nossas “mil” desculpas pelo equívoco realizado por nossa equipe.

Confira logo abaixo a matéria corrigida pelo site www.juniormascote.com.br

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu 3 ambulâncias de cidades da região durante a operação Asclépio (na mitologia grega e na mitologia romana, é o deus da medicina e da cura), que aconteceu em todo Brasil visando coibir irregularidades praticadas pelas prefeituras que deixam de pagar o licenciamento obrigatório e na maioria dos casos colocam pessoas sem nenhum preparo para dirigir esses veículos. A operação aconteceu na quinta feira (10) na Rodovia Santos Dumont, trecho de Jequié, onde foram apreendidas e retidas para regularização as ambulâncias das cidades de Manoel Vitorino, Itiruçu e Macarani e não Maiquinique como foi dito aqui erradamente. Em todos os casos os veículos estavam com o licenciamento atrasado e os motoristas não possuem o Curso Obrigatório para Veículos de Emergência. As ambulâncias foram levadas para o pátio da empresa de guinchos e só serão liberadas após sanadas as irregularidades. A multa por dirigir no licenciamento é gravíssima, acúmulo de 7 pontos na carteira e custa R$ 293,47. A multa por dirigir sem o Curso Obrigatório para Veículos de Emergência é leve e cada motorista vai pagar R$ 88,00. Fonte: www.juniormascote.com.br

 


Comentários

Os comentários estão fechados.