Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.251 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +5,0%), 51 óbitos (+3,0%) e 3.079 curados (+7,7%). Dos 68.495 casos confirmados desde o início da pandemia, 43.072 já são considerados curados, 23.675 encontram-se ativos e 1.748 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 386 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (47,80%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (1.800,79), Ipiaú (1.488,89), Gandu (1.413,45), Uruçuca (1.203,76) e Salvador (1.125,63).

O boletim epidemiológico contabiliza 68.495 casos confirmados, 157.776 casos descartados e 72.035 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h deste domingo (28).

Na Bahia, 8.198 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. O boletim completo está disponível no site da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Taxa de ocupação

Na Bahia, do 2.266 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.416 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 62%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 908 leitos exclusivos para o coronavírus, 715 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 79%.

O número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

A Sesab contabiliza 1.748 mortes pelo novo coronavírus.

1698º óbito – homem 66 anos, residente em Salvador, portador de doença renal crônica. Internado dia 30/05, foi a óbito dia 24/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1699º óbito – mulher, 55 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e obesidade. Internada dia 12/06, foi a óbito dia 22/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1701º óbito – homem, 70 anos, residente em Gandu, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internado dia 10/06, foi a óbito dia 23/06, em hospital da rede particular, em Jequié;

1702º óbito – mulher, 69 anos, residente em Itamaraju, portadora de diabetes mellitus. Internada dia 20/06, foi a óbito dia 25/06, em hospital da rede pública, em Jequié;

1703º óbito – homem, 81 anos, residente em Salvador, portador de doença renal crônica. Internado dia 31/05, foi a óbito dia 02/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1704º óbito – homem, 67 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, obesidade e doença renal crônica. Internado dia 06/06, foi a óbito dia 15/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1705º óbito – mulher, 80 anos, residente em Teixeira de Freitas, portadora de Alzheimer. Internada dia 25/05, foi a óbito dia 06/06, em hospital da rede pública, em Teixeira de Freitas;

1706º óbito – homem, 54 anos, residente em Simões Filho, portador de doença do sistema nervoso. Internado dia 22/06, foi a óbito no mesmo dia (22/06), em hospital da rede pública, em Simões Filho;

1707º óbito – homem, 71 anos, residente em Simões Filho, portador de doença cardiovascular. Sem informação acerca da data de internação, foi a óbito dia 20/06, em hospital da rede pública, em Simões Filho;

1708º óbito – homem, 67 anos, residente em Luís Eduardo Magalhães, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internado dia 21/06, foi a óbito dia 25/06, em hospital da rede pública, em Barreiras;

1709º óbito – homem, 69 anos, residente em Ubatã, portador de doença cardiovascular. Internado dia 16/05, foi a óbito dia 08/06, em hospital da rede pública, em Ilhéus;

1710º óbito – mulher, 80 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e obesidade. Internada em 12/06, foi a óbito dia 22/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1711º óbito – mulher, 55 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão, diabetes mellitus e obesidade. Internada dia 31/05, foi a óbito dia 23/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1712º óbito – homem, 36 anos, residente em Feira de Santana, sem informações acerca de comorbidades. Internado dia 05/06, foi a óbito dia 12/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1713º óbito – homem, 76 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes mellitus, doença cardiovascular e diabetes. Internado dia 20/06, foi a óbito dia 26/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1714º óbito – mulher, 79 anos, residente em Itabuna, portadora de diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internada dia 11/06, foi a óbito dia 16/06, em hospital da rede pública, em Ilhéus;

1715º óbito – homem, 60 anos, residente em Ituberá, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular. Internado dia 14/06, foi a óbito no mesmo dia (14/06), em hospital da rede pública, em Salvador;

1716º óbito – mulher, 65 anos, residente em Salvador, portadora de obesidade. Internada dia 02/06, foi a óbito dia 22/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1717º óbito – mulher, 40 anos, residente em Dias D´Ávila, portadora de diabetes mellitus. Internada dia 09/06, foi a óbito dia 25/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1718º óbito – homem, 91 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 13/06, foi a óbito dia 23/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1719º óbito – homem, 26 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de hipertensão arterial e doença renal crônica. Internado dia 03/06, foi a óbito dia 21/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1720º óbito – mulher, 61 anos, residente em Salvador, portadora de doença renal crônica. Internada dia 05/06, foi a óbito dia 24/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1721º óbito – homem, 62 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença renal crônica. Internado dia 16/06, foi a óbito dia 18/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1722º óbito – homem, 54 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internado dia 26/05, foi a óbito dia 20/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1723º óbito – mulher, 88 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internada dia 04/06, foi a óbito dia 20/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1724º óbito – homem, 71 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Internado dia 05/06, foi a óbito dia 18/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1725º óbito – homem 72 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internado dia 16/06, foi a óbito dia 21/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1726º óbito – mulher, 44 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Internada dia 13/06, foi a óbito dia 16/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1727º óbito – homem, 93 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes mellitus. Internada dia 20/06, foi a óbito dia 25/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1728º óbito – mulher, 82 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes, foi internada dia 13/06 e foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1729º óbito – mulher, 87 anos, residente em Ilhéus, portadora de diabetes, doença cardiovascular e doença do sistema nervoso, foi internada dia 20/06 e foi a óbito dia 26/06, em unidade da rede pública, em Ilhéus;

1730º óbito – mulher, 85 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, doença do sistema nervoso e doenças endócrinas e nutricionais, foi internada dia 06/06 e foi a óbito dia 26/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1731º óbito – homem, 65 anos, residente em Camaçari, tabagista, foi internado dia 12/06 e foi a óbito dia 20/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1732º óbito – homem, 73 anos, residente em Valença, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 22/06, em unidade da rede pública, em Valença;

1733º óbito – homem, 43 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, foi internado dia 27/05 e foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1734º óbito – mulher, 70 anos, residente em Teixeira de Freitas, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 19/06 e foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede pública, em Teixeira de Freitas;

1735º óbito – homem, 87 anos, residente em Itaberaba, portador de doença cardiovascular, data de admissão não informada, foi a óbito dia 18/06, em unidade da rede pública, em Itaberaba;

1736º óbito – mulher, 40 anos, residente em Ituaçu, portadora de diabetes e doença renal crônica, foi internada dia 29/05 e foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

1737º óbito – homem, 81 anos, residente em Itamaraju, portador de hipertensão arterial e doença respiratória crônica, foi internado dia 24/06 e foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede pública, em Itamaraju;

1738º óbito – homem, 42 anos, residente em Salvador, portador de doença do sistema nervoso, foi internado dia 06/06 e foi a óbito dia 24/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1739º óbito – homem, 37 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, foi internado dia 15/06 e foi a óbito dia 22/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1740º óbito – homem, 29 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 17/06 e foi a óbito dia 22/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1741º óbito – mulher, 77 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, foi internada ia 31/05 e foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1742º óbito – mulher, 86 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e demências, incluindo Alzheimer, foi internada dia 26/06 e foi a óbito na mesma data (26/06), em unidade da rede pública, em Salvador;

1743º óbito – homem, 50 anos, residente em Valença, portador de hipertensão arterial e diabetes, data de admissão não informada, foi a óbito dia 24/06, em unidade da rede filantrópica, em Valença;

1744º óbito – mulher, 72 anos, residente em Jequié, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 26/06 e foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede pública, em Jequié;

1745º óbito – homem, 78 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 16/06 e foi a óbito dia 21/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1746º óbito – mulher, 47 anos, residente em Juazeiro, portadora de diabetes, foi internada dia 24/06 e foi a óbito dia 26/06, em unidade da rede pública, em Juazeiro;

1747º óbito – mulher, 89 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes e doença do sistema nervoso, foi internada dia 03/06 e foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1748º óbito – homem, 72 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 21/06 e foi a óbito na mesma data (21/06), em unidade da rede pública, em Salvador.


A Federação Bahiana de Futebol (FBF) prepara a retomada do Campeonato Baiano a partir da segunda quinzena de julho, segundo apuração do Bahia Notícias (saiba mais aqui).

O BN apurou que a FBF já estabeleceu um protocolo para o reinício do estadual. Entre eles, testagens de Covid-19 nos elencos e jogos sem a presença do público. Porém, a entidade aguarda o aval do governo da Bahia para oficializar o reinício do Baianão. Vale lembrar que as competições esportivas estão suspensas até o dia 6 julho por meio de decreto expedido pelo governador Rui Costa (PT).

Nos últimos dias, a FBF entrou em contato com os presidentes dos clubes e sinalizou o retorno do Baianão. A competição foi suspensa em março por conta da pandemia do coronavírus, faltando duas para o encerramento da primeira fase e a definição dos quatro semifinalistas. A zona de classificação estava composta pelo Bahia, Jacuipense, Bahia de Feira e Vitória.

Bahia, Vitória e Bahia de Feira já iniciaram os treinos presenciais. Jacuipense se prepara para voltar nesta semana. Os outros clubes ainda não anunciaram os seus cronogramas. Fonte: Bahia Notícias


O Ex-deputado federal e empresário, Felix Mendonça morreu nesta sexta-feira (26) em Salvador.

De acordo com o site Bahia Notícias, Mendonça estava internado no Hospital Aliança com diagnóstico de Covid-19, se recuperou da doença e teve complicações após uma infecção hospitalar. Ele deixa a esposa, Maria Helena Mendonça, e os filhos Andrea, Cristiana e Félix Filho.

Felix Mendonça nasceu em Coração do Almeida,  foi prefeito de Itabuna entre 1963 e 1966 e deputado estadual entre 1967 e 1971. Entre 1983 e 2011, ele cumpriu sete mandatos como deputado federal. Mendonça também foi um dos fundadores do jornal Correio.


Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2131 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +3,9%), 41 óbitos (+2,6%) e 1.999 curados (+6,8%). Dos 56.422 casos confirmados desde o início da pandemia, 31.192 já são considerados curados, 23.588 encontram-se ativos e 1.642 tiveram óbito confirmado.
As confirmações ocorreram em 369 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (49,88%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ipiaú (1.323,22), Gandu (1.311,61), Itajuípe (1.171,25), Uruçuca (1.145,28) e São José da Vitória (1.042,96).
O boletim epidemiológico contabiliza 56.422 casos confirmados, 152.795 casos descartados e 73.512 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira (26).
Cabe ressaltar que o município de Conceição do Jacuípe enviou um ofício à Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) comunicando que errou no preenchimento dos dados no sistema de notificação e lançou casos negativos como sendo positivos. Em virtude deste comunicado, no qual o município reconhece a falha no preenchimento, 53 casos serão excluídos.
Na Bahia, 7.290 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. O boletim completo está disponível no site da Sesab.
Taxa de ocupação
Na Bahia, dos 2.181 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.371 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 64%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 901 leitos exclusivos para o coronavírus, 688 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 76%.
O número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.
Óbitos
A Sesab contabiliza 1.642 mortes pelo novo coronavírus.
1602º óbito – menina, 4 meses, residente em Acajutiba, data de admissão não informada, sem informação de comorbidades, foi a óbito dia 23/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;
1603º óbito – homem, 64 anos, residente em Santa Cruz de Cabrália, portador de hipertensão arterial, diabetes e doença cardiovascular, data de admissão não informada, foi a óbito dia 24/06, em unidade da rede pública, em Porto Seguro;
1604º óbito – homem, 67 anos, residente em Feira de Santana, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 15/06 e foi a óbito dia 22/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;
1605º óbito – homem, 80 anos, residente em Itaberaba, portador de doença respiratória crônica, foi internado dia 13/06 e foi a óbito dia 17/06, em unidade da rede pública, em Salvador;
1606º óbito – homem, 76 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 03/06 e foi a óbito dia 20/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;
1607º óbito – mulher, 66 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes e doença cardiovascular, data de admissão não informada, foi a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
1608º óbito – mulher, 58 anos, residente em Mucuri, portadora de diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 02/06 e foi a óbito dia 17/06, em unidade da rede pública, em Ilhéus;
1609º óbito – mulher, 76 anos, residente em Camaçari, portadora de neoplasias, data de admissão não informada, foi a óbito dia 05/06, em unidade da rede privada, em Salvador;
1610º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, portador de neoplasias, data de admissão não informada, foi a óbito dia 22/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;
1611º óbito – mulher, 67 anos, residente em Itajuípe, sem comorbidades, foi internada dia 09/06 e foi a óbito na mesma data (09/06), em unidade da rede pública, em Itabuna;
1612º óbito – mulher, 87 anos, residente em Jequié, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 23/06, em unidade da rede pública, em Jequié;
1613º óbito – homem, 73 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 09/06 e foi a óbito dia 24/06, em unidade da rede privada, em Salvador;
1614º óbito – homem, 66 anos, residente em Feira de Santana, sem informação de comorbidades, foi a óbito dia 25/05, em domicílio;
1615º óbito – homem, 74 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, data de admissão não informada, foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;
1616º óbito – mulher, 78 anos, residente em Nova Ibiá, portadora de hipertensão arterial e doença cardiovascular, data de admissão não informada, foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede pública, em Ilhéus;
1617º óbito – homem, 67 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 15/05 e foi a óbito dia 24/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;
1618º óbito – homem, 72 anos, residente em Camacã, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 30/05 e foi a óbito dia 13/06, em unidade da rede pública, em Ilhéus;
1619º óbito – mulher, 63 anos, residente em Gandu, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 16/06, em unidade da rede pública, em Gandu;
1620º óbito – homem, 91 anos, residente em Itaberaba, sem informação de comorbidade, foi internado dia 23/06 e foi a óbito dia 24/06, em unidade da rede pública, em Itaberaba;
1621º óbito – homem, 70 anos, residente em Salvador, portador de doença renal crônica, foi internado dia 14/06 e foi a óbito dia 20/06, em unidade da rede pública, em Salvador;
1622º óbito – homem, 84 anos, residente em Feira de Santana, portador de hipertensão, foi internado dia 15/06 e foi a óbito dia 17/06, em unidade da rede pública, em Salvador;
1623º óbito – homem, 65 anos, residente em Salvador, portador de neoplasias, foi internado dia 15/06 e foi a óbito dia 19/06, em unidade da rede pública, em Salvador;
1624º óbito – mulher, 78 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes e doença renal crônica, foi internada dia 09/06 e foi a óbito dia 10/06, em unidade da rede pública, em Salvador;
1625º óbito – mulher, 61 anos, residente em Lauro de Freitas, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 22/05 e foi a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
1625º óbito – mulher, 61 anos, residente em Lauro de Freitas, portadora de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internada dia 22/05, foi a óbito dia 27/05, em hospital da rede pública, em Salvador;
1626º óbito – homem, 91 anos, residente em Valença, sem informações sobre a existência de comorbidades. Também, sem informações acerca da data de internação, foi a óbito dia 24/06, em hospital filantrópico, em Valença;
1627º óbito – homem, 78 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, doença cardiovascular e doença respiratória crônicas. Internado dia 19/05, foi a óbito dia 06/06, em hospital da rede particular, em Lauro de Freitas;
1628º óbito – homem, 90 anos, residente em Vitória da Conquista, sem informações sobre a existência de comorbidades. Também, não foi informada a data de internação. Foi a óbito dia 21/06, em hospital filantrópico, em Vitória da Conquista;
1629º óbito – mulher, 65 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes mellitus. Internada dia 25/05, foi a óbito dia 20/06, em hospital da rede particular, em Salvador;
1630º óbito – homem, 52 anos, residente em Salvador, portador de doença do sistema nervoso. Internado dia 26/05, foi a óbito dia 28/05, em hospital da rede pública, em Salvador;
1631º óbito – mulher, 76 anos, residente em Itabuna, sem informações sobre a existência de comorbidades. Também sem informação quanto à data de internação, foi a óbito dia 16/06, em hospital filantrópico, em Itabuna;
1632º óbito – homem, 68 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus e hipertensão arterial. Internado dia 21/05, foi a óbito dia 16/06, em hospital particular, em Lauro de Freitas;
1633º óbito – homem, 51 anos, residente em Serrinha, portador de doença renal crônica. Internado dia 16/06, foi a óbito dia 17/06, em hospital da rede pública, em Salvador;
1634º óbito – homem, 93 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial. Internado dia 07/06, foi a óbito dia 17/06, em hospital da rede particular, em Lauro de Freitas;
1635º óbito – mulher, 95 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 08/06, foi a óbito dia 17/06, em hospital da rede particular, em Lauro de Freitas;
1636º óbito – mulher, 91 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença cardiovascular. Internada dia 04/06, foi a óbito dia 23/06, em hospital da rede particular, em Lauro de Freitas;
1637º óbito – mulher, 82 anos, residente em Camaçari, portadora de diabetes mellitus e hip   ertensão arterial. Internada dia 14/06, foi a óbito dia 15/06, em unidade da rede pública, em Camaçari;
1638º óbito – mulher, 70 anos, residente em Catu, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e neoplasias. Internada dia 06/06, veio a óbito dia 19/06, em hospital da rede pública, em Salvador;
1639º óbito – mulher, 101 anos, residente em Camaçari, portadora de hipertensão arterial. Internada di9a 12/06, foi a óbito dia 15/06, em unidade da rede pública, em Camaçari;
1640º óbito – mulher, 70 anos, residente em Camaçari, portadora de diabetes mellitus. Internada dia 08/06, foi a óbito dia 16/06, em unidade pública, em Camaçari;
1641º óbito – mulher, 83 anos, residente em Pojuca, portadora de diabetes mellitus. Internada dia 25/05, foi a óbito dia 23/06, em hospital da rede particular, em Salvador;
1642º óbito – mulher, 79 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus, doença cardiovascular e obesidade. Internada dia 17/06, foi ia óbito dia 24/06, em hospital da rede particular, em Salvador.E

O dia do policial militar é comemorado no dia 24 de junho.

A data celebra o serviço dos profissionais que arriscam as suas vidas diariamente para cumprir a importante missão de proteger as pessoas, dar cumprimento às leis, combater o crime e preservar a ordem pública.

24 de junho recorda a morte de um militar enquanto reivindicava melhores condições de trabalho.

É assim desde 2017, quando a Lei Nº 13.449, de 16 de junho de 2017 alterou a data comemorativa, até então celebrada no dia 21 de abril.


Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.998 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +4,2%), 50 óbitos (+3,5%) e 1.950 curados (+8,4%). Dos 49.084 casos confirmados desde o início da pandemia, 25.255 já são considerados curados, 22.338 encontram-se ativos e 1.491 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 362 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (50,57%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram (1.262,18), Itajuípe (1.088,28), Uruçuca (1.081,92), Gandu (1.058,54) e São José da Vitória (1.007,60).

O boletim epidemiológico contabiliza 49.084 casos confirmados, 101.758 casos descartados e 105.784 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça-feira (23).

Na Bahia, 6.554 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2.185 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.351 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 62% No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 898 leitos exclusivos para o coronavírus, 670 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 75%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 1.491 mortes pelo novo coronavírus.

1442º óbito – homem, 57 anos, residente em Barreiras, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 07/06 e veio a óbito dia 20/06, em unidade da rede pública, em Barreiras;

14343º óbito – mulher, 40 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e obesidade, foi internada dia 26/05 e veio a óbito dia 13/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1444º óbito – mulher, 80 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internada dia 06/06 e veio a óbito dia 20/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1445º óbito – homem, 62 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 29/05 e veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede pública, em Lauro de Freitas;

1446º óbito – homem, 70 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, foi internado dia 12/06 e veio a óbito dia 20/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1447º óbito – homem, 67 anos, residente em Teixeira de Freitas, sem informação de comorbidades, foi internado dia 13/06 e veio a óbito dia 15/06, em unidade da rede pública, em Teixeira de Freitas;

1448º óbito – homem, 54 anos, residente em Poções, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 04/06 e veio a óbito dia 21/06, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

1449º óbito – homem, 72 anos, sem informação de comorbidades, veio a óbito dia 01/06, em domicílio;

1450º óbito – mulher, 39 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e obesidade, foi internada dia 11/06 e veio a óbito dia 13/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1451º óbito – homem, 59 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 05/06 e veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1452º óbito – homem, 78 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, foi internado dia 22/05 e veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1453º óbito – homem, 78 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença hepática, data de admissão não informada, veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1454º óbito – homem, 79 anos, residente em Itaberaba, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internado dia 10/06 e veio a óbito dia 21/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1455º óbito – homem, 87 anos, residente em Salvador, portador de doença respiratória crônica, foi internado dia 28/05 e veio a óbito dia 06/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1456º óbito – mulher, 63 anos, residente em Barreiras, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 11/06 e veio a óbito dia 13/06, em unidade da rede pública, em Barreiras;

1457º óbito – homem, 54 anos, residente em Ipiaú, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 23/05 e veio a óbito dia 20/06, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

1458º óbito – homem, 21 anos, residente em Simões Filho, sem comorbidades, foi internado dia 11/06 e veio a óbito na mesma data (11/06), em unidade da rede pública, em Salvador;

1459º óbito – mulher, 93 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular e obesidade, foi internada dia 03/06 e veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1460º óbito – homem, 15 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado dia 20/06 e veio a óbito dia 21/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1461º óbito – mulher, 61 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular e neoplasias, foi internada dia 17/06 e veio a óbito dia 21/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1462º óbito – mulher, 84 anos, residente em Ilhéus, sem informação de comorbidades, foi internada dia 10/06 e veio a óbito dia 18/06, em unidade da rede pública, em Ilhéus;

1463º óbito – homem, 29 anos, residente em Salvador, portador de neoplasias e doença do sistema nervoso, foi internado dia 21/05 e veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1464º óbito – homem, 69 anos, residente em Itabuna, portador de doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 19/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1465º óbito – homem, 58 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 27/05 e veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1466º óbito – homem, 86 anos, residente em Itanagra, portador de neoplasias, foi internado dia 03/06 e veio a óbito na mesma data (03/06), em unidade da rede pública, em Alagoinhas;

1467º óbito – mulher, 53 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes, doença cardiovascular e doença renal crônica, foi internada dia 24/04 e veio a óbito dia 19/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1468º óbito – homem, 72 anos, residente em Salvador, portador de neoplasias, foi internado dia 21/05 e veio a óbito dia 23/05, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1469º óbito – homem, 75 anos, residente em Alagoinhas, portador de doença respiratória crônica, data de admissão não informada, veio a óbito dia 16/06, em unidade da rede pública, em Alagoinhas;

1470º óbito – mulher, 73 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 12/06 e veio a óbito dia 16/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1471º óbito – homem, 73 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 12/06 e veio a óbito dia 14/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1472º óbito – mulher, 62 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e obesidade, foi internada dia 03/06 e veio a óbito dia 16/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1473º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, portador de doença respiratória crônica, foi internado dia 07/06 e veio a óbito dia 13/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1474º óbito – homem, 63 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial. Internado dia 07/06, veio a óbito dia 13/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1475º óbito – homem, 63 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular. Internado dia 09/06, veio a óbito dia 14/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1476º óbito – homem, 68 anos, residente em Salvador, sem informações acerca de comorbidades. Internado dia 10/06, veio a óbito dia 13/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1477º óbito – homem, 67 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internado dia 28/05, veio a óbito dia 15/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1478º óbito – homem, 86 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internado dia 12/06, veio a óbito dia 20/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1479º óbito – homem, 85 anos, residente Salvador, portador de hipertensão arterial. Internado dia 18/06, veio a óbito no mesmo dia (18/06), em hospital da rede pública, em Salvador;

1480º óbito – mulher, 60 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e obesidade. Internada dia 31/05, veio a óbito dia 15/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1481º óbito – homem, 78 anos, residente em Salvador, sem informação acerca de comorbidades. Internado dia 10/06, veio a óbito dia 17/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1482º óbito – homem, 77 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Internado dia 21/05, veio a óbito dia 14/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1483º óbito – homem, 38 anos, residente em Salvador, sem informação acerca de comorbidades. Internado dia 06/06, veio a óbito dia 16/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1484º óbito – homem, 76 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internado dia 30/05, veio a óbito dia 19/06, em hospital filantrópico, em Salvador;

1485º óbito – homem, 70 anos, residente em Valença, sem informação acerca de comorbidades. Também sem informação sobre o dia de internação, veio a óbito dia 17/06, em hospital da rede filantrópica, em Valença;

1486º óbito – mulher, 72 anos, residente em Valença, sem informação acerca de comorbidades. Também sem informações sobre a data da internação, veio a óbito dia 11/06, em hospital filantrópico, em Valença;

1487º óbito – homem, 78 anos, residente em Valença, portador de hipertensão arterial. Sem informações acerca da data de internação, veio a óbito dia 06/06, em hospital filantrópico, em Valença;

1488º óbito – mulher, 46 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença respiratória crônica. Internada dia 14/05, veio a óbito dia 31/05, em hospital público federal, em Salvador;

1489º óbito – homem, 47 anos, residente em Valença, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Sem informações acerca da data de internação, veio a óbito dia 17/06, em hospital filantrópico, em Valença;

1490º óbito – homem, 25 anos, residente em Salvador, portador de neoplasias e imunodeficiência. Internado dia 25/05, veio a óbito dia 28/05, em hospital público, em Salvador;

1491º óbito – homem, 81 anos, residente Valença, portador de diabetes mellitus e hipertensão arterial. Sem informações acerca da data de internação, veio a óbito dia 17/06, em hospital filantrópico, em Valença.


O motorista rodoviário Emerson Lopes, tomou coragem, se pintou de palhaço, e soltou o verbo através das redes sociais, com milhares de visualizações, contra a triste situação em que vivem esses profissionais, parados há noventa dias.

Muitos já foram dispensados dos seus empregos. Muitos estão na iminência de perderem suas colocações.
As autoridades cruzam os braços, e não encontram soluções. Preferem proibir o transporte de passageiros, que já atingiu toda Bahia.

Veja o vídeo:


MP recomenda que municípios proíbam fogueiras e queima de fogos de artifício por conta da Covid-19

Com a proximidade da data oficial do São João, o Ministério Público (MP) recomendou às prefeituras de Santo Antônio de Jesus, Varzedo, Dom Macedo Costa e Mutuípe que proíbam o acendimento de fogueiras e queimas de fogos de artifício, em locais públicos ou privados, em razão da pandemia da Covid-19. O MP indica que os gestores municipais editem ato normativo determinando a proibição.

Recomenda ainda que seja feito o uso do poder de polícia, caso necessário, para o cumprimento da determinação, indicando também medidas administrativas para coibir a desobediência ao ato, a exemplo de suspensão concessão e renovação de autorizações para estabelecimento de venda de fogos de artifício, cassação das autorizações já concedidas, fiscalização para impedir acendimento de fogueiras e queima de fogos e aplicação de sanções, como multa e apreensão de material.

O promotor Thiago Cerqueira Fonseca argumenta que a tradição junina de acender fogueiras e queimar fogos de artifício, apesar do forte caráter cultural, não pode prevalecer sobre o direito à saúde e à vida. Na recomendação, o promotor lembra ainda que essa tradição, naturalmente, provoca aglomerações, comprometendo a eficácia do isolamento social com medida para contenção da pandemia.

Além disso, eleva os riscos de doenças e problemas respiratórias, bem como queimadura e acidentes, podendo impactar na procura das unidades de saúde e, com isso, agravando a superlotação da rede hospitalar. “A superlotação das instituições hospitalares, públicas e privadas, poderá inviabilizar o atendimento de todos os que necessitarem de atendimento médico, inclusive os intoxicados pela fumaça das fogueiras e os queimados pelo manejo de fogos de artifício, para além das complicações decorrentes da Covid-19″, reforça o promotor


Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 807 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +1,7%), 50 óbitos (+3,6%) e 717 curados (+3,2%). Dos 47.086 casos confirmados desde o início da pandemia, 23.305 já são considerados curados, 22.340 encontram-se ativos e 1.441 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 359 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (50,67%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ipiaú (1.218,58), Uruçuca (1.072,18), Itajuípe (1.059,00), Gandu (1.052,37) e São José da Vitória (1.007,60).

O boletim epidemiológico contabiliza 47.086 casos confirmados, 97.124 casos descartados e 101.457 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 18 horas desta segunda-feira (22).

Na Bahia, 6.340 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2.183 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.306 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 60% No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 896 leitos exclusivos para o coronavírus, 666 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 74%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 1.441 mortes pelo novo coronavírus.

1392º óbito – homem, 54 anos, residente em Camaçari, portador de doença renal crônica e doenças hematológicas. Internado dia 18/05, veio a óbito dia 16/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1393º óbito – mulher, 69 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 05/06, veio a óbito dia 13/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1394º óbito – mulher, 75 anos, residente em Lauro de Freitas, portadora de neoplasias. Internada dia 14/06, veio a óbito dia 16/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1395º óbito – mulher, 79 anos, residente em Vitória da Conquista, portadora de doença cardiovascular, hipertensão arterial e diabetes mellitus. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 17/06, em hospital da rede pública, em Vitória da Conquista;

1396º óbito – mulher, 94 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, e doença respiratória crônica. Internada dia 11/06, veio a óbito dia 17/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1397º óbito – mulher, 72 anos, residente em Gandu, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 10/06, veio a óbito dia 19/06, em hospital da rede pública, em Jequié;

1398º óbito – homem, 68 anos, residente em Ipirá, portador de doença renal crônica. Sem informações acerca da data de internação, veio a óbito dia 18/06, em hospital da rede pública, em Ipirá;

1399º óbito – mulher, 58 anos, residente em Jequié, portadora de diabetes mellitus e hipertensão arterial. Internada dia 05/06, veio a óbito dia 19/06, em hospital da rede pública, em Jequié;

1400º óbito – homem, 93 anos, residente em Juazeiro, portador de hipertensão arterial e doença respiratória crônica. Internado dia 04/06, veio a óbito no mesmo dia (04/06), em hospital da rede pública, em Juazeiro.

1401º óbito – homem, 74 anos, residente em Feira de Santana, portador de diabetes e doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 16/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1402º óbito – homem, 72 anos, residente em Cândido Sales, portador de doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 20/06, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

1403º óbito – homem, 88 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença do sistema nervoso, foi internado dia 16/06 e veio a óbito dia 17/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1404º óbito – homem, 90 anos, residente em Canavieiras, portador de doença renal crônica, foi internado dia 29/05 e veio a óbito dia 06/06, em unidade da rede pública, em Canavieiras;

1405º óbito – homem, 97 anos, residente em Uruçuca, sem informação de comorbidades, veio a óbito dia 12/06, em domicílio, em Uruçuca;

1406º óbito – homem, 51 anos, residente em Feira de Santana, portador de doença respiratória crônica, data de admissão não informada, veio a óbito dia 15/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1407º óbito – homem, 81 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede privada, em Feira de Santana;

1408º óbito – homem, 31 anos, residente em Santa Terezinha, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, em unidade da rede municipal, em Santa Terezinha;

1409º óbito – mulher, 72 anos, residente em Iguaí, portadora de hipertensão arterial, diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 16/06 e veio a óbito dia 20/06, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

1410º óbito – homem, 40 anos, residente em Itamaraju, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1411º óbito – mulher, 66 anos, residente em Sobradinho, portadora de diabetes e doença respiratória crônica, data de admissão não informada, veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede pública, em Juazeiro;

1412º óbito – mulher, 60 anos, residente em Itororó, portadora de diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 19/06, em unidade da rede privada, em Vitória da Conquista;

1413º óbito – mulher, 58 anos, residente em Jequié, portadora de hipertensão arterial e doença cardiovascular, veio a óbito dia 22/05, em domicílio;

1414º óbito – homem, 70 anos, residente em Vitória da Conquista, sem comorbidades, foi internado dia 16/05 e veio a óbito dia 17/06, em unidade da rede privada, em Vitória da Conquista;

1415º óbito – homem, 26 anos, residente em Juazeiro, portador de obesidade, data de admissão não informada, veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede pública, em Juazeiro;

1416º óbito – mulher, 95 anos, residente em Jequié, data de admissão não informada, veio a óbito dia 28/05, em unidade da rede pública, em Jequié;

1417º óbito – mulher, 73 anos, residente em Jequié, portadora de doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede pública, em Jequié;

1418º óbito – mulher, 40 anos, residente em Nova Viçosa, portadora de diabetes e obesidade, data de admissão não informada, veio a óbito dia 21/06, em unidade da rede pública, em Nova Viçosa;

1419º óbito – homem, 47 anos, residente em Eunápolis, portador de diabetes e doença renal crônica, data de admissão não informada, veio a óbito dia 21/06, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

1420º óbito – homem, 61 anos, residente em Jequié, portador de hipertensão arterial e diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede privada, em Jequié;

1421º óbito – mulher, 86 anos, residente em Riachão do Jacuípe, foi internada dia 11/06 e veio a óbito dia 20/06, em unidade da rede privada, em Salvador.

1422º óbito – mulher, 36 anos, residente em Gandu, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 15/06 e veio a óbito dia 16/06, em unidade da rede pública, em Gandu;

1423º óbito – homem, 90 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado dia 21/05 e veio a óbito dia 24/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1424º óbito – homem, 81 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado dia 25/05 e veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1425º óbito – mulher, 81 anos, residente em Feira de Santana, sem comorbidades, foi internada dia 11/06 e veio a óbito dia 20/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1426º óbito – mulher, 72 anos, residente em Feira de Santana, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 16/06 e veio a óbito dia 21/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1427º óbito – homem, 85 anos, residente em Medeiros Neto, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internado dia 14/06 e veio a óbito na mesma data (14/06), em unidade da rede pública, em Medeiros Neto;

1428º óbito – mulher, 72 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes, foi internada dia 23/05 e veio a óbito dia 28/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

1429º óbito – mulher, 69 anos, residente em Nova Viçosa, portadora de hipertensão arterial e diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede pública, em Nova Viçosa;

1430º óbito – mulher, 83 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Internada dia 22/05., foi a óbito dia 24/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

1431º óbito – homem, 47 anos, residente em Simões Filho, sem comorbidades. Internada dia 14/06, veio a óbito dia 15/06, em unidade da rede pública, em Simões Filho;

1432º óbito – homem, 54 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Sem informação quanto ao dia de internação, veio a óbito dia 30/05, em hospital da rede particular, em Salvador;

1433º óbito – mulher, 43 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Internada dia 21/05, veio a óbito dia 22/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

1434º óbito – mulher, 40 anos, residente em Simões Filho, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 13/06, veio a óbito no mesmo0 dia (13/06), em unidade da rede pública, em Simões Filho;

1435º óbito – mulher, 69 anos, residente em Feira de Santana, portadora de neoplasias. Internada dia 12/05, veio a óbito dia 26/05, em hospital da rede particular, em Feira de Santana;

1436º óbito – homem, 54 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internado dia 24/05, veio a óbito dia 05/06, em hospital da rede pública, em salvador;

1437º óbito – mulher, 73 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular e doença do sistema nervoso. Internada dia 12/06, veio a óbito dia 21/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1438º óbito – homem, 45 anos, residente em Feira de Santana, portador de diabetes mellitus. Sem informação da data de internação, veio a óbito dia 04/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1439º óbito – homem, 76 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Internado dia 19/05, veio a óbito dia 30/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

1440º óbito – mulher, 56 anos, residente em Salvador, sem informação acerca de comorbidades. Sem informação sobre a data de internação, veio a óbito dia 29/05, em hospital da rede particular, em Camaçari;

1441º óbito – mulher, 56 anos, residente em Salvador, portadora de neoplasias, hipertensão, diabetes. Internada dia 09/06, veio a óbito dia 11/06, em hospital da rede particular, em Salvador.


Jaques Wagner (PT) teve seus bens declarados indisponíveis nesta sexta-feira (19) pela Justiça. O senador pela Bahia responde a ação no âmbito da Operação Lava Jato que apura a doação ilegal de R$ 3,5 milhões, da Odebrecht, por intermédio da cervejaria Petrópolis, para a campanha eleitoral do Partido dos Trabalhadores de 2014.

A decisão pelo congelamento dos bens do ex-governador foi proferida pelo juiz Glauco Dainese de Campos, titular da 7ª Vara da Fazenda Pública de Salvador. Wagner é investigado pela suposta prática de improbidade administrativa em investigação movida pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA). Com informações do Bahia Notícias