Embora as reuniões virtuais tenham se tornado a realidade de muitos brasileiros com a pandemia do novo coronavírus, outros tantos ainda passam por saias-justas com a tecnologia. Nesta semana, um episódio inusitado ocorreu na Câmara Municipal de Bragança Paulista, em  São Paulo: um vereador foi visto cheirando uma calcinha durante uma sessão.

O caso aconteceu nessa terça-feira (23). Segundo informações do portal Metrópoles, Ditinho Bueno (PSC) estava em seu próprio gabinete, quando pegou a roupa íntima, analisou e cheirou.

No momento, uma mulher falava sobre o perigo de eucaliptos na estrada e é possível ver um dos homens chamá-lo pelo nome. Porém, só após cheirar a peça, o vereador parece perceber que estava com a câmera ligada e, então, vira a tela do computador para sair da área de captação.

De acordo com a nota, a discussão fazia parte da 21ª Sessão Ordinária de 2020 da Câmara Municipal e foi transmitida ao vivo no Youtube.


No ar desde agosto de 2005, o “SBT Brasil” deixou de ser exibido pela primeira vez, neste sábado (23), após ordem de Silvio Santos. De acordo com o colunista Maurício Stycer, do Uol, funcionários da emissora informaram que a decisão teve motivação política. No horário do telejornal, a emissora exibiu uma reprise do programa ‘Triturando’.

Ainda segundo a publicação, Silvio ouviu reclamações de que a edição de sexta-feira (22) do “SBT Brasil” desagradou ao governo. O tema principal do telejornal foi a divulgação do vídeo da reunião ministerial ocorrida em 22 de abril.

A decisão da suspensão, segundo o colunista, ocorreu no início da tarde deste sábado. O dono do SBT teria pedido para o telejornal não tratar do assunto esta noite. Que mencionasse apenas a agenda do dia do presidente Jair Bolsonaro. No meio da tarde, o jornalismo da emissora foi informado de que a edição do telejornal seria substituída por uma reprise do programa de fofocas. Fonte Bnews


O maranhense Manoel Gomes, autor do hit “Caneta Azul”, deu início na tarde de hoje (28), ao processo de registro dos direitos autorais da música que viralizou nos últimos dias.

Manoel se dirigiu a um cartório, acompanhado de seu advogado Arnaldo Gomes, e aproveitou para solicitar também o registro de outra composição de sua autoria, chamada de “Vou Deixar de Ser Besta”.

O cantor e compositor do Manoel Gomes, é natural de Balsas, município que fica a 816 km da capital maranhense.

Desde que foi publicado, o vídeo em que Manoel canta “Caneta Azul” caiu no gosto dos internautas, que não conseguem mais tirar música da cabeça. O que chama atenção no vídeo, além da letra da música, é a forma como o balsense interpreta a canção.

O vídeo original de Caneta Azul no YouTube já tem quase 3 milhões de visualizações.


“Caneta Azul, Azul Caneta, Caneta Azul tá marcada com minha letra”. É bem provável que você já tenha se deparado com as estrofes que mais estão bombando no Brasil nos últimos dias – seja por aplicativo de mensagens, ou por posts nas redes sociais.

A canção, do maranhense Manuel Gomes, caiu nas graças dos internautas talvez pela letra meio sem sentido ou pelo jeito peculiar dele cantar. Ao que o próprio enredo sugere, a história teve início quando Manuel perdeu a sua caneta azul que, segundo ele, estava marcada com suas ‘letras’, no momento que estava a caminho da escola.

 

Memes

Depois de o vídeo com a versão original ter viralizado, diversas versões da canção já circula nas redes sociais, desde forró até remixado. Vale lembrar que no verão passado o sucesso ‘Jenifer’, de Gabriel Diniz, foi ascendido pela febre que virou no ambiente virtual. Será que ‘Caneta Azul, Azul Caneta’ será o hit do próximo verão?

View this post on Instagram

Minha música nova❤#canetaazulazulcaneta

A post shared by Manoel Gomes caneta azul (@manoelgomesma) on


Um homem que não teve seu nome divulgado tentou cometer suicídio e o motivo foi, no mínimo, curioso. Segundo ele, sua motivação para tentar acabar com a própria vida se deu no fato de que ele era apaixonado pela atriz Bruna Marquezine.

Segundo um vídeo que circula na internet, o próprio homem confirmou a versão de sua tentativa de suicídio. Enquanto populares marcavam presença num local aberto, o suposto suicida pulava um muro para fora enquanto policiais acompanhavam de perto.

“Por que tu subiu em cima dessa torre, que que tu queria fazer aí homem de Deus? “, perguntou um homem que estava filmando a situação. A resposta foi surpreendente. “Eu queria me matar porque eu sou apaixonado pela Bruna Marquezine, a mulher do Neymar”.

View this post on Instagram

Amadoh?

A post shared by Alfinetadas Dos Famosos 📌 (@alfinetei) on


Duas semanas depois do único eclipse solar de 2019, os brasileiros terão a chance de acompanhar um eclipse lunar parcial. Nesta terça-feira (16), será possível assistir ao fenômeno de qualquer canto do Brasil. Eventos como estes acontecendo em curtos intervalos de tempo são raros. Diferente do eclipse solar, o eclipse lunar não precisa de equipamentos sofisticados para ser observado, podendo ser admirado até a olho nu. A extensão deste eclipse será tão grande que os únicos lugares que não conseguirão ver o fenômeno são a América do Norte e a Sibéria.

No eclipse parcial, como o dessa terça-feira, o alinhamento entre o Sol, a Terra e a Lua não é perfeito, o que significa que apenas uma parte da Lua acaba coberta. No caso de um eclipse total a Lua fica completamente escondida graças ao alinhamento perfeito entre as três partes. O eclipse começará cedo e estará visível assim que a Lua ‘nascer’, por volta das 17h30 (de Brasília). O ápice do fenômeno será às 18h30 e o final por volta das 20h. Em algumas cidades do Brasil, grupos estão organizando encontros onde serão disponibilizados telescópios e binóculos para que a população consiga acompanhar o fenômeno. Em Boa Vista (RR), o Clube de Astronomia e Ciência de Roraima marcou o enc.


Não estranhe se a sua timeline neste fim de semana estiver lotada de fotos de amigos mostrando como eles se pareceriam daqui a uns 60 anos: é mais um viral da internet que está fazendo sucesso no mundo todo, especialmente no Brasil. Na esteira do Snapchat com o filtro de bebê, a lógica foi invertida: agora as pessoas querem mostrar como se pareceriam mais idosas. Para isso, estão usando um aplicativo chamado “FaceApp”, que diz utilizar inteligência artificial para otimizar fotos.

O aplicativo, que na versão para iPhone pede permissão apenas para acessas as fotos do usuário no celular e a câmera, entrou para as “tendências” da App Store e já atingiu o primeiro lugar entre os aplicativos de foto/vídeo mais baixados no momento – à frente de gigantes como Instagram, YouTube e Snapchat. Resta só saber se as fotos editadas não vão ser usadas para treinar máquinas, já que isso é uma coisa que tem se tornado tendência entre empresas de tecnologia. É sempre bom tomar cuidado com os dados que você compartilha por aí.

Como usar? Para participar da febre, é bem simples. Vamos lá: Você primeiro precisa baixar o aplicativo. Ele tem versões para iOS e Android. Abra o aplicativo e ignore a sugestão de assinatura dele. As versões pagas, que oferecem mais filtros e recursos, variam entre assinaturas de US$ 4 (cerca de R$ 16, mensal) e US$ 40 (cerca de R$ 160, válida para a vida inteira) O FaceApp então pedirá acesso às suas fotos. Aceite, se quiser usar os filtros. Selecione a foto que você quer editar. O aplicativo irá processar a foto para aplicar os filtros. Agora selecione o filtro que você quer no carrossel na parte de baixo do aplicativo. As opções são várias: filtro que deixa mais velho, filtro.