Na sessão desta quinta-feira (11/07), o Tribunal de Contas dos Municípios rejeitou as contas da Prefeitura de Itabuna, da responsabilidade de Fernando Gomes Oliveira, referentes ao exercício de 2017. De acordo com o relator do parecer, conselheiro Mário Negromonte, o gestor não cumpriu as obrigações constitucionais no que diz respeito a manutenção e desenvolvimento do ensino no município, além de não comprovar a quitação de multa aplicada por este Tribunal. O prefeito foi multado em R$20 mil.

O gestor aplicou apenas 24,09% da receita na manutenção e desenvolvimento do ensino, não atingindo assim o percentual mínimo exigido, que é de 25%. Em relação as obrigações constitucionais, o prefeito cumpriu as que dizem respeito às ações e serviços de saúde, nas quais aplicou 16,26%, superando o percentual mínimo de 15%. Já em relação a aplicação dos recursos originários do Fundeb, utilizados na remuneração de profissionais em efetivo exercício do magistério, o percentual foi de 81,96%, quando o mínimo exigido é de 60%.

Além da multa, o relator determinou o ressarcimento de R$90.328,28, referentes a realização a despesas ilegítimas com juros e multas por atraso em pagamentos (R$40.107,99); despesas com terceiros sem identificação dos beneficiários (R$35.333,65); e irregularidades na concessão de diárias por ausência de motivação e interesse público (R$14.886,64).

A despesa total com pessoal correspondeu a 60,19% da receita corrente líquida do município, superando o máximo de 54%, previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. Apesar de ter extrapolado o limite, a situação não impactou no mérito das contas pelo fato de se tratar do primeiro ano de mandato.

A receita arrecadada pelo município alcançou o montante de R$473.283.895,94 e as despesas realizadas foram de R$509.685.395,99, o que indica um deficit orçamentário de R$36.401.500,05. Além disso, o saldo financeiro do município é insuficiente para a cobertura dos Restos a Pagar, contribuindo para o desequilíbrio fiscal da prefeitura.

Entre as ressalvas, o relator destacou a ausência de remessa e/ou remessa incorreta, pelo sistema SIGA, do TCM; atraso no pagamento da remuneração de servidores da Secretaria de Educação, Secretaria de Assistência Social e Secretaria de Administração; inconsistências na instrução de processos de pagamento; ausência de encaminhamento ao TCM de Processos de Pagamento; contratação irregular da empresa Comercial de Derivados de Petróleo da Hora Ltda, mediante as Dispensas de Licitação; irregularidade na contratação direta da empresa Bio Sanear Tecnologia A LTDA, mediante Dispensas de licitação; contratação de diversos servidores sem concurso público durante o exercício; e não encaminhamento de processos licitatórios para análise tempestiva pelo TCM.

Cabe recurso da decisão.


Um rumor de ataque a estudantes e professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) instalou clima de tensão e medo no campus da instituição, na Rodovia Ilhéus-Itabuna, nesta manhã de quarta (27). Uma viatura da Polícia Militar e um caminhão da Cavalaria Montada estão no campus.

A tensão aumentou por volta das 9h, quando prints (cópias) de conversas e até áudios começaram a ser compartilhados com maior intensidade em grupos de WhatsApp. Em um deles, um aluno fala que o Restaurante Universitário (RU) seria um dos alvos do suposto criminoso, ao meio-dia.

Por volta das 9h30min, a posição da Uesc em contato feito pelo PIMENTA era de que a reitora Adélia Pinheiro estava atenta. Porém, o assunto estava sendo tratado com bastante cautela. Já às 9h50min, questionamos a presença de mais de uma viatura no campus.[

“A Vigilância informou que não havia alteração [no esquema de segurança]”, informou a assessoria de comunicação ao PIMENTA. A instituição reconheceu não ser comum a presença da Cavalaria Montada da PM no campus. O suposto autor da ameaça de ataque seria aluno, conforme investigação inicial.

Pimenta.blog.br


Ana Lucia de Oliveira, de 54 anos, moradora do Bairro São Pedro, em Itabuna está desesperada implorando por uma ajuda do poder público para realizar uma cirurgia que so é feita particular.

Há mais de cinco anos ela vem sofrendo após cair de cima de uma laje e fraturar o fêmur esquerdo. Além de fraturar o fêmur, ela também foi picada por uma cobra e está com uma enorme ferida no pé direito.

Lúcia mora sozinha e não tem renda alguma, ela recebe apenas ajuda de vizinhos. Assista abaixo o sofrimento desta mulher.

Lúcia é moradora da Avenida Pedro Jorge, de N° 1195, São Pedro, Itabuna. Quem tiver interesse em ajudar Ana Lúcia é só entrar em contato pelos telefones (73)98884-1732 ou (73)98229-6648.


O Hospital de Base da cidade de Itabuna, transferiu na manhã deste sábado (03), a paciente Marizete Vieira dos Santos, de 55 anos, para o Hospital Samuel Victorino, na cidade de Salvador BA.

Marizete sofreu uma fratura no fêmur e estava internada em Itabuna desde o dia 18 de outubro.

A transferência foi possível após o nome dela sair na lista da regulação.


Marizete Vieira dos Santos, de 55 anos, moradora da cidade de Potiraguá, está internada desde o dia 18 de outubro, no Hospital Geral da cidade de Itabuna.

Ela está com uma fratura no fêmur após sofrer uma queda na residência dela em Potiraguá.

De acordo com a família de Marizete, ela precisa urgentemente passar por uma cirurgia que só é possível ser feita na capital baiana, Salvador, mas que pra isso, está dependendo da regulação, para então conseguir uma vaga em algum hospital de Salvador, que atenda suas necessidades.

Enquanto isso, dona Marizete vem sofrendo, há 13 dias, sentindo bastante dores e usando fraudas.

Cansados de tanto esperar, a família procurou a equipe do Blog do Edyy, na tarde desta terça-feira (30), para denunciar esse descaso com a saúde pública do estado.


O servidor público Fábio Quintas está mobilizando Itabuna em busca da periquita Tetê, que sumiu no dia 15 de julho. O homem recorreu a quase todos os meios de comunicação na tentativa de localizar o animal de estimação, sem sucesso até o momento. No desespero, depois de conversa com vizinhos, troca de informações nas redes sociais, ele decidiu anunciar o sumiço da ave em um outdoor.

Fábio Quintas está oferecendo uma recompensa de R$ 500 para quem encontrar a ave, que é uma fêmea da espécie periquito-rei. O servidor público contou que Tetê saiu pela janela de sua casa depois de se assustar com o barulho de uma explosão ocorrida próximo ao imóvel. Foi a última vez que viu a ave. O outdoor foi colocado na Avenida JS Pinheiro, com o valor da recompensa e o telefone de contato.

Anúncio sobre o sumiço de Tetê|| Foto reprodução TV Santa Cruz

O sumiço de Tetê não vem causando tristeza somente em Fábio Quintas. A vida não é mais a mesma para Tequinho, que é namorado da periquita e tem sofrido muito com a partida da companheira. “Ele ficou bastante agressivo. E depois teve dificuldades para se alimentar, porque só comia ao lado dela, dividindo a mesma tigela de ração”.

O servidor público relata que desde que a namorada sumiu, o periquito “fica a maior parte do tempo dentro da casinha onde somente ela dormia, acredito que por conta do cheiro”, relata Fábio, acrescentando que ” esperança é de que eu retome a minha vida novamente, com Tetê ao meu lado”. O sumiço da ave virou notícia nacional.Com Informações da TV Santa Cruz.

Pimenta.blog.br


Quatro micos já foram encontrados mortos na rua Teófilo Coelho, no bairro Vila Zara, em Itabuna, no sul baiano, nesta semana. O quarto animal foi achado na sexta-feira (11).

A morte levanta suspeita de que o vírus da febre amarela pode estar circulando no local. Apesar de não ser transmissor, os macacos funcionam como sentinela da doença.

Por causa do ocorrido, a vigilância epidemiológica de Itabuna pulverizou o bairro Vila Zara, neste sábado (12), para tentar prevenir qualquer foco do aedes aegypti. A cada três dias a equipe da vigilância epidemiológica vai pulverizar a área.

O Centro de Controle de Zoonoses de Itabuna coletou material dos quatro micos encontrados mortos na localidade. Os exames nos animais vão ser feitos no Laboratório Central de Salvador (Lacen), para analisar a suspeita de febre amarela e descobrir a causa da morte. Não há previsão de resultado para os exames dos animais.


A justiça determinou a exoneração da esposa do prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, Sandra Neilma Ramos Costa, Secretária de Assistência Social, e do sobrinho, Dinailson Oliveira, o Son Gomes, Secretário de Administração, sem vencimentos, sob pena de multa diária no valor da remuneração do cargo ocupado.

A exoneração atende a pedido do Ministério Público Estadual.


A passagem de ônibus no município de Itabuna, localizado no sul da Bahia, será reajustada de R$ 2,85 para R$ 3,30, a partir de 8 de fevereiro.

O decreto que determina o aumento, assinado pelo prefeito Fernando Gomes, leva em consideração a decisão do Conselho Municipal de Transporte e um estudo da Comissão Municipal de Análise da Tarifa. O estudo mostra que o último reajuste da passagem na cidade foi realizada em dezembro de 2016.

Outro ponto levado em consideração foi o aumento dos preços de pneus, peças, combustíveis e salários de motoristas e cobradores.


O Rio Cachoeira, no Sul da Bahia, encheu depois que fortes chuvas caíram na região nas últimas horas. De acordo com uma foto publicada por uma página da cidade na rede social (Facebook), ´na tarde desta terça-feira (14), é possível ver na imagem o Rio com bastante água. Segundo a página “Itabuna Bahia”, a Defesa Civil está em alerta, devido as fortes chuvas que vem caindo há alguns dias na região.

Confira abaixo os números de atendimento 24h no caso de emergência: