A Polícia Civil cumpriu nessa quarta-feira (30) mandados de prisão contra os ex-governadores do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e Rosinha Matheus. A decisão de prender os políticos foi tomada pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, que derrubou a liminar que concedia habeas corpus ao casal. Os dois já haviam sido presos no início de setembro, por determinação da 2ª Vara Criminal da Comarca de Campos dos Goytacazes, mas foram soltos no dia seguinte, por um habeas corpus concedido pelo desembargador Siro Darlan, durante Plantão Judiciário. Informações da Agência Brasil.

Garotinho e Rosinha são acusados de fraudes em contratos celebrados entre a prefeitura de Campos dos Goytacazes, no norte fluminense, e a construtora Odebrecht para a construção de casas populares, durante os dois mandatos de Rosinha como prefeita da cidade, entre 2009 e 2016.

Em nota divulgada ontem (29), o advogado de defesa do casal, Vanildo da Costa Júnior, informou que vai recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra a decisão da 2ª Câmara Criminal.

“Ainda que se respeite a decisão proferida pela Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, não há como concordar com as razões de sua fundamentação. A ordem de prisão é ilegal e arbitrária, pautada apenas em suposições e conjecturas genéricas sobre fatos extemporâneos, que supostamente teriam ocorrido entre os anos 2008 e 2014. Acreditamos em sua modificação pelos tribunais superiores, para onde encaminharemos recurso”, diz a nota.

Garotinho foi governador do estado do Rio de Janeiro entre os anos de 1999 e 2002. Sua esposa, Rosinha, governou o estado de 2003 a 2006.


Na sessão ordinária desta terça-feira (22), na Câmara de vereadores de Itarantim o vereador Pedro Paulo (PRP), disse que vai processar a quem falar mal dele em rede social, mais precisadamente em grupos de whatsap.

De acordo com o vereador, o nome dele tem sido bastante pronunciado em alguns grupos da cidade de Itarantim de uma forma caluniosa. “vou gastar com o meu advogado. Muito cuidado! já tem um nome ai que vai ser levado para a justiça”.

Ainda segundo o vereador, ele teria colocado um espião que está colhendo os áudios dos grupos que falam mal dele para apresentá-lo.

Além de Pedro Paulo, outros vereadores também se pronunciaram contrários as possíveis ofensas à eles em grupos de whatsap.

 


O ministro do Supremo Tribunal, Ricardo Lewandowski, votou nesta terça-feira (22) pela condenação dos irmãos Geddel e Lúcio Vieira Lima (MDB). Com isso, a Corte formou maioria. Antes de Lewandowski, votaram para condená-los o relator da Lava Jato, Edson Fachin, e revisor, Celso de Mello. Portanto, o placar está 3 a . Ainda faltam os votos de Gilmar Mendes e Carmem Lúcia.

Ambos estão sendo acusados pelo crime de lavagem de dinheiro no caso dos R$ 51 milhões encontrados em malas de dinheiro e caixas num apartamento em Salvador, em 2017.

Nas três sessões anteriores, Fachin e Celso de Melo votaram também pela condenação os dois por associação criminosa. Lewandowski, no entanto, considerou que não há configuração de um grupo constituído para cometer crimes.

Com a maioria votando condenação, ao final do julgamento, ainda será preciso definir a pena de prisão.

Na visão do ministro, “a permanência e estabilidade do vínculo entre acusados decorre da relação familiar, caracterizada por laços de consanguinidade existente entre eles. Trata-se de uma sociedade natural, cujos membros constituem uma família”.

Lewandowski, em seu voto, ainda entende que a mãe dos irmãos, Marluce Vieira Lima, deve responder na Justiça Federal da Bahia, e não em Brasília. Fachin e Celso de Mello, por sua vez, entenderam que ela deve ir a julgamento na capital federal.

A defesa pediu transferência de Geddel para Salvador, e isso ainda poderá ser discutido na Segunda Turma. Bahia Notícias


Nesta terça-feira dia (22), de outubro fez exatos dois anos do falecimento do ex-prefeito do município de Itarantim, o saudoso Gideão Soares Mattos (PP).

Vítima de um infarto fulminante, Gideão Mattos morreu na madrugada do domingo 22 do ano de 2017, em sua residência, na cidade de Itarantim. Há época, o atual gestor do município, Paulo Construção (DEM), decretou luto oficial de três dias.

Pouco mais de uma semana antes do falecimento, o ex-prefeito havia sofrido um acidente de carro, na BA-263, no trecho entre as cidades de Itapetinga e Vitória da Conquista. Na época, Gideão saiu ileso, sendo atendido por uma equipe médica e liberado logo depois.

Gideão era natural de Nova Canaã, mas fez a sua carreira política em Itarantim, onde exerceu três mandatos como prefeito. O seu último mandato encerrou em 2012, quando foi substituído pelo vice Dr. Paulo Fernandes, por determinação da Justiça. Com uma linda história política, Gideão foi um dos prefeitos que mais governou o município de Itarantim, perdendo apenas para Florindo Dantas, que também governou a cidade por três mandatos, porém em mandatos de 6 anos.

Fica a homenagem do BLOG DO EDYY à esse grande homem e a toda família.


O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o pagamento da 13ª parcela do Bolsa Família não valerá apenas para 2019. Em sua live desta semana, transmitida hoje (17), o presidente reiterou que o pagamento entrará na Lei Orçamentária Anual (LOA) a partir do ano que vem.

“O bom programa social é aquele que mais sai gente do que entra. Mas temos uma massa ainda de pessoas que necessitam do amparo do Estado. E não é apenas dezembro agora, não. Como nos outros anos entra na LOA, está garantido o décimo terceiro”.

Na última terça-feira (15), o governo enviou ao Congresso Nacional, na forma de uma medida provisória (MP), a previsão de pagamento do benefício para 2019.

No próprio evento de assinatura da medida provisória, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, havia explicado que o recurso extra para este ano teve que ser criado via MP, mas que nos anos seguintes já estaria previsto. “A partir do ano que vem, na própria previsão do Orçamento já vai estar colocada essa questão do décimo terceiro, e daqui pra frente vai ter essa parcela”.

Assista à íntegra da live:

Agencia Brasil


Faltando pouco menos de um ano para as eleições municipais de 2020, a política na cidade de Potiraguá tem ganhado forma e a cada dia tem ficado bastante dinâmica.

Na noite desta terça-feira (15), após uma reunião do grupo de oposição o empresário Buja declarou que é pré-candidato a prefeito da cidade de Potiraguá e que está apto para exercer a função.

Embora seja conterrâneo potiraguense, o nome do empresário Buja tem sido bastante cogitado nos bastidores da política local e nos meios de comunicações. Recentemente, Buja realizou a 3º Festa em homenagem ao Dia das Crianças, comemorado no último final de semana, com entrega de presentes em Potiraguá, Gurupá e Itaimbé.


Ao lado do ex-prefeito de Potiraguá Salvador Alves de Brito, o empresário Maurício Portugal, mais conhecido como Maurício da Lotérica vem sendo apontado como pré-candidato a prefeito de Potiraguá. Em entrevista ao Blog do Edyy, na manhã desta terça-feira (08), Maurício disse que seu nome já vinha sendo cogitado há um bom tempo para a disputa do poder executivo municipal e confirmou que está disposto a colocar seu nome à disposição dos potiraguenses, nas eleições de 2020.

Atualmente, Maurício é filiado ao (PSD), atual partido do ex-prefeito Dr. Olyntho, e que tem como presidente o senador Otto Alencar.

“Sou filho de Potiraguá, nasci e me criei trabalhando honestamente dentro deste município e amo a minha cidade. Se for da vontade de Deus e do povo irei até o final”. Destacou Maurício.

 


O pecuarista e professor Junior Santana se filiou ao PR, (Partido Republicano), de Potiraguá e decidiu colocar seu nome como pré-candidato a prefeito. Ele decidiu fazer parte da frente de oposição que foi criada recentemente na cidade.

O grupo de oposição definiu os pré-candidatos, para no primeiro semestre de 2020 anunciar a chapa. Com a composição com Junior Santana, a frente ficou assim:

Dr. Olyntho
Junior Santana
Zé Amaral
Carlinhos de Daniel
Maurício da lotérica e
Buja

Junior Santana é engenheiro agrônomo e já foi secretário de agricultura da cidade por duas vezes. Políticos do Sul da Bahia.


Mais um fortíssimo nome entra na disputa por uma cadeira no legislativo Itarantiense, trata-se do empresário e Produtor de eventos Hilton Rocha(DEM) que esteve reunido com amigos nesta sexta-feira (04), ocasião em que ficou definido o ponta pé inicial de sua pré-candidatura para vereador.

Figura bastante conhecida no meio político e cultural na região, Hilton Rocha disse que as manifestações de apoio da população e dos amigos a qual vem recebendo e a necessidade de renovação o motivou a lutar por uma cadeira na Câmara Municipal.

“Quem me conhece sabe o quanto sou grato a Itarantim pelo que sou hoje, chegou a hora de colocar meu nome à disposição para que a sociedade possa fazer a renovação que aquela casa legislativa tanto precisa”. Pontuou.

Hilton Rocha tem 36 anos, é empresário no ramo de suplementos naturais, produtor de eventos, ex radialista, e ex secretário de esportes e cultura de Itarantim, pasta em que se destacou por seu jeito aguerrido de comandar e de solucionar problemas.


O prefeito Adiodato Araújo e sua Familia abril as portas de sua casa para uma confraternização com os agente de saúde e de endemias de Barra do Choça, nesta sexta-feira (04).

Em suas palavras, o prefeito agradeceu a parceria da categoria e declarou estar muito honrado pela oportunidade de poder confraternizar este momento tão especial em sua casa. Ressaltou ainda a evolução dos profissionais nesse período de sua gestão. Na oportunidade, Sônia ACS declarou se tratar de um momento ímpar, nunca acorrido antes por iniciativa do gestores. A confraternização contou também com a presença da secretária de saúde Leliane Almeida, da Coordenadora da Atenção Básica Haline Araújo e de outros membros da saúde.

Confira a galeria fotos;