Os conselheiros tutelares da cidade de Potiraguá BA participaram de uma capacitação, no último dia (28) de setembro em Salvador.

Em uma excelente recepção do Hotel Sotero, onde foi realizado a capacitação dos conselheiros municipais, os conselheiros da cidade de Potiraguá e entre outros municípios, foram agraciados com um dos maiores palestrantes  do Conselho Tutelar do Brasil, Luciano Betiate, que foi o palestrante durante todo o dia.

Com o tema de A a Z ( O Conselho não aborda ato Infracional), Luciano Betiate abordou temas que enfatizam o conhecimentos sobre a importância do trabalho que terão nos Conselhos Tutelares (CTs), atuando em defesa da infância e da juventude e discutindo formas de melhorar a estrutura desses conselhos.

Sendo a 1º vez que o Conselho Tutelar de Potiraguá vai a cidade de Salvador para uma capacitação, na gestão do prefeito Jorge Cheles, os mesmo agradece e parabeniza ao prefeito, ao Secretário de Administração Diego Cheles pelo apoio e por não medir esforços para que Potiraguá tenha um grupo de conselheiros cada vez mais aptos à desenvolver um trabalho com qualidade e muita competência.


 

Fotos- ( leitor do blog do edyy )

O trecho que liga a cidade de Potiraguá até a BR-101, a BA-680, continuam à todo vapor e as máquinas já estão operando no distrito de Itaimbé (Coreia), como podemos ver nas imagens abaixo enviadas ao Blog do Edyy na tarde desta quarta-feira (04) de outubro.

A reforma do trecho da BA-680, está sendo feito por etapa, sendo recuperado a cada 5 quilômetros, começando da BR-101, sentido a cidade de Potiraguá, onde será finalizada a obra.

Nas fotos abaixo é possível ver que, em alguns trechos já é possível ver uma parte do novo asfalto que logo-logo estará pronto para transitar normalmente.

A ordem de serviço foi assinada pelo governador Rui Costa, no valor de R$ 27,18 milhões em abril deste ano, em uma visita ao município de Potiraguá. Sendo 58 quilômetros de recuperação, a obra irá beneficiar mais de 100 mil habitantes dos municípios de Potiraguá, Itarantim, Maiquinique Macarani e Itapetinga, além de várias cidades da região sudoeste, pois o trecho que está em recuperação se trata de rota turística para as principais praias do Sul da Bahia, dentre elas Porto Seguro.

Veja as fotos abaixo.

Fotos- ( leitor do blog do edyy )

 


Um pedreiro foi socorrido pelo pelo SAMU 192, na manhã desta quarta-feira (04), depois de levar um choque elétrico em um fio de alta tensão na cidade de Macarani.

O senhor Denil, foi salvo pelo sinto de segurança que usava durante o labor, que após ter levado o choque ficou pendurado e desacordado até a chegada do resgate.

O senhor Denil foi socorrido e levado para o Hospital Geral de Macarani.

Apesar do susto o pedreiro não corre risco de vida.

 


Nesta terça-feira (03), os membros do MLT – Movimento de Luta pela Terra, que tinham ocupado a fazenda Tabajara, do ex-ministro Geddel Vieira Lima, procuraram a polícia militar para solicitar auxilio, pois estavam se sentido ameaçado.

Segundo os membros, durante a madrugada carros passaram varias vezes pelo local e teve disparo de tiros.

A policia militar conseguiu viabilizar a logística para os invasores saírem em segurança da fazenda. E o gerente da fazenda já esteve no local e ocupou novamente a propriedade da família de Gedel.

Com isso na região apenas a fazenda Esmeralda, da família de Geddel, continua invadida, neste caso os índios que estão ocupando a fazenda.

FUNAI DECLARA QUE NA REGIÃO NÃO TEM ÁREA INDÍGENA

A Fundação Nacional do Índio (Funai) apresentou uma declaração nesta quarta-feira informando que na região de Itapetinga, Potiraguá, Maiquinique e Itarantim não tem área indígena. A declaração foi em resposta a um questionamento do prefeito de Itapetinga, Rodrigo Hagge (PMDB).

As informações são do site Políticos do Sul da Bahia


As invasões nas fazendas e terrenos em Itapetinga e Potiraguá – BA foram alvos de discussões na sessão desta terça-feira (3) da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). Em discurso no plenário, o deputado Eduardo Salles (PP), afirmou que são “milícias invadindo Itapetinga”, citando ainda que “os invasores estão encapuzados”.

Cerca de 18 fazendas foram ocupadas no município e região, porém, após ação da polícia eles recuaram para os dois terrenos do ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso pela Polícia Federal. Ao BNews, Salles explicou que não houve decisão judicial até o momento “pois o juiz de Itapetinga está declinando a não dar a reintegração de posse, porque tem índios envolvidos, sendo assim, teria que passar a decisão para o juiz federal”, afirmou.

Ainda conforme o parlamentar, nesta quarta-feira (4) às 10h haverá uma audiência com o secretário de Segurança Pública da Bahia, Mauricio Barbosa para solicitar a “manutenção do reforço policial até a reintegração de posse”. Participarão da reunião além de Salles e Luiz Augusto (PP), representantes do Sindicato dos produtores rurais e fazendeiros que tiveram suas terras invadidas.

Alguns deputados na Casa pontuaram ainda que não é o momento de se “aproveitar politicamente da situação dramática”. “Quem quiser se aproveitar politicamente desse momento vai pagar as consequências”, disse Eduardo Sales. No aparte, o deputado Rosemberg Pinto (PT) enfatizou que quatro viaturas policiais já foram à região “para selar a paz”.


Um grupo cerca de 100 pessoas realizou neste domingo (1) novas ocupações e saques a fazendas vizinhas a do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), em Itapetinga, sudoeste da Bahia, e em Itaju do Colônia, cidade do sul do estado a 97 km de Itapetinga.
A região está sob tensão desde o dia 23 de setembro, quando a Fazenda Esmeralda, de propriedade de Geddel e familiares, localizada em Itapetinga, foi ocupada por índios que afirmam que a área é sagrada por haver nela cemitérios indígenas – argumento negado pela defesa dos Vieira Lima, que já pediu a reintegração de posse na Justiça.
De acordo com o Sindicato Rural das duas cidades, o grupo estava armado e levou diversos objetos de valor das propriedades, como TVs, rádios, celas, arreios, facas e facões, e fizeram de reféns os funcionários das propriedades.
Em Itapetinga, foram oito fazendas ocupadas e cinco em Itaju do Colônia, onde em 2012 o Supremo Tribunal Federal (STF) julgou como de habitação tradicional de índios da etnia Pataxó Hã-hã-hãe uma área de 54 mil hectares.
Para dificultar o acesso às fazendas, o grupo colocou no meio da estrada um caminhão quebrado. Em Itapetinga, a ação ocorreu no povoado de Palmares, para onde a Polícia Militar informou que enviou viaturas nesta segunda (2).

Tiros
Funcionários das fazendas foram mantidos sob o poder dos invasores durante todo o domingo – a ação ocorreu durante o dia. Em uma das propriedades, eles obrigaram a esposa do caseiro a preparar comida.

Em outra, por volta das 23h, foram ouvidos diversos disparos de tiros, não se sabe ainda se foram disparados para o alto, como forma de intimidação, ou se houve algum confronto.
Ainda não há a confirmação se o grupo que invadiu as propriedades é de indígenas ou sem terras. A Polícia Civil informou que já está acompanhando o caso e que até as 9h não tinha informações de pessoas feridas.
“Estamos recebendo os fazendeiros e ouvindo as queixas ainda, só teremos um balanço geral ao final do dia”, afirmou o delegado Antonio Roberto Júnior, da delegacia de Itapetinga.
O presidente do Sindicato Rural de Itapetinga Eder Rezende afirmou que a situação está tensa na região e que há a possibilidade de confronto. Ele e o prefeito de Itapetinga Rodrigo Hagge (PMDB) estarão em audiência no Ministério da Justiça nesta terça-feira (3) para pedir auxílio na resolução do conflito. Eles querem também apoio da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).
“Infelizmente, ocorreu o que estávamos prevendo durante a semana passada, quando dissemos que, pelas informações que tivemos, que a invasão da fazenda de Geddel não se tratava de apenas uma ação política. O que ocorreu neste final de semana foi tudo muito bem organizado. O que estamos vivendo é um estado de terror”, comentou Eder Rezende.Fora da área
Um dos fazendeiros que teve a propriedade ocupada neste final de semana é José Elias Júnior, dono da Fazenda Santo Antonio, de 800 hectares, na zona rural de Itaju do Colônia. Um grupo de 70 índios está nas fazendas, segundo ele.
“Os índios disseram que estão fazendo uma retomada, porém nenhuma dessas fazendas está dentro da área delimitada pelo STF em 2012. Em frente a porta da minha fazenda, por exemplo, tem uma placa indicativa da reserva, informando os limites. Nunca tinha tido problemas com índios”, ele disse.
O fazendeiro relatou que os índios estavam armados com espingardas, porém não fizeram reféns os funcionários, “pediram apenas que saíssem da fazenda”.
“Estou prestando uma queixa coletiva na manhã desta segunda-feira em Itabuna, para que possamos dar entrada nos pedidos formais de resolução do problema. Todos achavam que na região não ia ter mais problema com índios depois da demarcação de 2012. É uma situação muito lamentável”, declarou.
Nesta segunda-feira, o deputado estadual Eduardo Salles, do PP, divulgou uma nota, afirmando que, “como presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa da Bahia, ressalto minha indignação com essa situação e vou batalhar em várias instâncias dos governos federal e estadual para que o estado de direito dos produtores seja preservado”.
                         As informações são do site Itapetinga Repórter

 

Após a invasão a fazenda do ex-ministro Geddel Vieira Lima, no dia (23) de setembro, nas proximidades do Rio-Pardo em Potiraguá, o clima voltou a ficar tenso novamente depois de uma outra invasão neste domingo (01), dessa vez na fazenda do ex-prefeito de Potiraguá Salvador Alves de Brito. Segundo informações de populares e em redes sociais (Facebook e Whatsapp), foram invadidas também a fazenda de Marcos de Deus e segundo algumas pessoas que presenciaram o local, de nomes não informados, outras fazendas estão na lista para serem invadidas também.

A polícia Militar e a Polícia Civil da Cidade de Itapetinga estiveram no local, mas não há informações se alguém foi preso.

 

O clima em Potiraguá que estava parcialmente tranquilo, agora com essas novas invasões voltou a ficar tenso.

Logo mais teremos mais informações sobre este caso.

 

 

 


 

O programa de microcrédito Progredir, lançado nesta terça-feira pelo governo federal, voltado para beneficiários do programa Bolsa Família que desejam empreender, já tem crédito liberado para três instituições financeiras. Conforme informou o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil e o Banco do Nordeste já podem oferecer empréstimos de até R$ 15 mil para participantes do programa.

De acordo com o MDS, o programa oferecerá taxas de juros competitivas que devem ficar abaixo de 1% ao mês, para facilitar a adesão. Por enquanto, apenas os três bancos participam do programa, mas qualquer banco pode oferecer a linha de crédito, desde que manifeste interesse ao governo federal.

As condições de parcelamento e pagamento ficarão a critério de cada banco, bem como a documentação necessária para a liberação do crédito.

Serão disponibilizados R$ 3 bilhões por ano em linha de microcrédito para o público-alvo do programa investir em pequenos negócios. Atualmente, 13,5 milhões de famílias recebem o Bolsa Família, e ganham um valor médio do governo de R$ 179,64. Assim, ao longo do tempo, espera o governo, as pessoas deixarão de depender dos programas sociais.

Além do crédito liberado, o programa terá assistência técnica e inclusão financeira para 1,7 milhão de autônomos; 1 milhão de vagas no Pronatec Oferta Voluntária; oficinas de preparo profissional para 400 mil pessoas; e oficinas de educação financeira para 100 mil famílias.

O Progredir terá parceiros públicos e privados. Na cerimônia de lançamento, o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, destacou que as empresas parceiras vão reservar 10% das vagas de emprego ofertadas para o público do plano.


Assista ao vídeo e veja algumas fotos do Campeonato de Kart que está sendo realizado neste domingo (01) de outubro no kartódromo de Vitória da Conquista.


O Corpo de Bombeiros da cidade de Vitória da Conquista resgatou um gato que estava escondido no motor de um carro de passeio no estacionamento do mercado Hiper Bom Preço em Vitória da Conquista. Segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista do automóvel percebeu que havia um animal no veículo e logo ligou para a corporação vir resgatar o mesmo com total segurança.

De acordo com os Bombeiros que atenderam à ocorrência, na tarde deste sábado (30), por volta das 14h00, o gato foi resgatado sem ferimentos e levado para a Cliv- Clínica veterinária de Vitória da Conquista. O carro também não foi danificado.