Embora as reuniões virtuais tenham se tornado a realidade de muitos brasileiros com a pandemia do novo coronavírus, outros tantos ainda passam por saias-justas com a tecnologia. Nesta semana, um episódio inusitado ocorreu na Câmara Municipal de Bragança Paulista, em  São Paulo: um vereador foi visto cheirando uma calcinha durante uma sessão.

O caso aconteceu nessa terça-feira (23). Segundo informações do portal Metrópoles, Ditinho Bueno (PSC) estava em seu próprio gabinete, quando pegou a roupa íntima, analisou e cheirou.

No momento, uma mulher falava sobre o perigo de eucaliptos na estrada e é possível ver um dos homens chamá-lo pelo nome. Porém, só após cheirar a peça, o vereador parece perceber que estava com a câmera ligada e, então, vira a tela do computador para sair da área de captação.

De acordo com a nota, a discussão fazia parte da 21ª Sessão Ordinária de 2020 da Câmara Municipal e foi transmitida ao vivo no Youtube.


Durante a manhã desta quinta-feira (25), a Secretaria Municipal de Saúde da cidade de Itarantim, através da Vigilância Epidemiológica, esteve no distrito de Ribeirão do Salto, realizando testes rápidos de Covid-19, em alguns moradores daquela localidade.

Dentre os testados está o morador Valdecio Ribas, que é o responsável por estar na linha de frente da barreira Sanitária, na entrada do distrito. Em um vídeo gravado na tarde de hoje, Valdecio diz que o resultado do seu exame deu positivo para covid-19, mas que está assintomático. Sabendo da gravidade de contágio que o vírus oferece, ele resolveu fazer a gravação para alertar as outras pessoas com quem ele manteve contato nos últimos dias. Assista o vídeo.

Sendo assim, Valdecio é o primeiro caso confirmado de coronavírus no distrito de Ribeirão do Salto, que até então não havia registrado nenhum caso da doença.


Um ano depois da estreia, o programa Aqui na Band sofreu intervenção da direção da emissora e será totalmente reformulado. Os apresentadores Luís Ernesto Lacombe e Nathália Batista foram afastados, bem como o diretor-geral e criador da atração, Vildomar Batista. Profissionais da produção deverão ser demitidos ainda nesta quinta (25). A partir de hoje e até o dia 3, são exibidas reprises. A recém contratada Mariana Godoy e mais um apresentador devem assumi-lo em julho.

A intervenção é consequência de uma briga interna da área de Entretenimento com o Jornalismo por causa de pautas tendenciosas em favor do presidente Jair Bolsonaro.

Três importantes diretores da emissora travaram uma guerra de bastidores por causa das pautas conservadoras do Aqui na Band. No início de maio, foi ao ar um debate com o tema “Quem mandou matar Jair Bolsonaro?”, e Fernando Mitre e Rodolfo Schneider, respectivamente diretor nacional e diretor executivo de Jornalismo, tiveram por telefone discussões ríspidas com Vildomar Batista.

A crise ganhou um novo capítulo nesta semana. Na terça (23), foi ao ar um debate sobre conservadorismo, e os profissionais do Jornalismo consideraram inadequado o programa ter convidado o blogueiro Allan dos Santos, investigado pela Polícia Federal por disseminação de fake news. Fernando Mitre fez questão de deixar claro numa rede social que não tinha responsabilidade pelo programa:

A decisão de suspender as edições inéditas foi tomada ontem (24), quando Mariana Godoy assinou com a emissora. A contratação da jornalista gerou outra crise e precipitou o fim do atual formato da atração. Vildomar Batista achou um desrespeito saber da chegada de Mariana por meio da imprensa e disse que iria pedir a rescisão de contrato (ainda não oficializada), como informou o jornalista Ricardo Feltrin, do UOL.

A equipe do Aqui na Band foi pega de surpresa. A produção trabalhava na edição desta quinta, que iria discutir fofoca com colunistas de TV. No lugar, foi reprisada a edição de 4 de junho do programa.

O “novo” Aqui na Band será tocado pelo Jornalismo e pelo Entretenimento, representado pelo diretor artístico e de programação Antonio Zimmerle. Da atual equipe, só deverá ser preservado o chef Dalton Rangel.

Procurada, a Band apenou confirmou as reprises e que o programa será reformulado.

Apresentadores têm futuro incerto

O futuro dos apresentadores Luís Ernesto Lacombe e Nathália Batista têm futuro incerto na Band. Lacombe tem contrato até o fim do ano e, se aceitar, poderá reforçar o time de esportes da casa –que sofre com a paralisação principalmente do futebol.

Apesar de ser mulher de Vildomar Batista, Nathália também pode continuar na Band. Ela e Vildomar seguem com o apoio de um setor influente dentro da Band e poderão ser encaixados em futuros projetos.

Band quer Zeca Camargo no comando de programa

A Band está negociando firmemente com o apresentador Zeca Camargo, que está deixando a Globo depois de 24 anos. As conversas tem sido tratadas em sigilo desde o início do mês por Antonio Zimmerle, diretor nacional de programação da Band, ex-executivo da Globo e amigo do jornalista. Zeca é o nome dos sonhos da Band para substituir Lacombe.

Notícias da TV apurou que Zeca e Zimmerle terão uma conversa “definitiva” na semana que vem, após o término do contrato do apresentador do É de Casa (30 de junho). A ideia é que Zeca Camargo divida o comando do Aqui na Band com Mariana Godoy, que assinou com a Band ontem (24).


Na manhã desta quinta-feira (25), a Secretaria Municipal de Saúde da cidade de Itarantim, iniciou a testagem rápida em alguns moradores do distrito de Ribeirão do Salto, que pertence ao município de Itarantim.

De acordo com a Secretaria, cerca de 50 testes rápidos foram destinados ao distrito, e tem por objetivo testar a situação dos moradores, para saber se há alguém positivado com o novo coronavírus, a covid-19.

A ação está sendo realizada na Unidade de Saúde Ribeirão do Salto e deverá se estender durante todo o dia, pois se trata de um trabalho delicado e através de profissionais capacitados para tal.

Até o presente momento Ribeirão do Salto não contabilizou nenhum caso confirmado de coronavírus. Continuaremos na expectativa para que o distrito continue sem registrar casos da covid-19.

Confira o boletim atualizado do município sede de Itarantim:


O governo federal decidiu declarar estado de emergência fitossanitária nas cidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

A medida à uma nuvem de gafanhotos que está a cerca de 250 quilômetros da fronteira do Rio Grande do Sul com a Argentina.

A preocupação das autoridades do setor agropecuário e de produtores rurais é o dano que os insetos possam causar às lavouras e pastagens, se houver infestação.

O estado de emergência tem por objetivo permitir a implementação de plano de supressão da praga e adoção de medidas emergenciais.

De acordo com portaria publicada nesta quinta-feira (25) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a emergência fitossanitária é por um prazo de 1 ano.

Gafanhotos

A dieta da praga Schistocerca cancellata varia, conforme a espécie, entre folhas, cereais, capins e outras gramíneas. Segundo informações repassadas à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul, a nuvem é originária do Paraguai, das províncias de Formosa e Chaco, onde há culturas de cana-de-açúcar, mandioca e milho.

Em nota, o mistério informou que está acompanhando o fenômeno em tempo real e que “emitiu alerta para as superintendências federais de Agricultura e aos órgãos estaduais de Defesa Agropecuária para que sejam tomadas medidas cabíveis de monitoramento e orientação aos agricultores da região.

De acordo com a pasta, especialistas argentinos estimam que os insetos sigam em direção ao Uruguai. A ocorrência e o deslocamento da nuvem de gafanhotos são influenciados pela temperatura e circulação dos ventos.

O fenômeno é mais comum com temperatura elevada. Segundo o setor de Meteorologia da secretaria gaúcha, há expectativa de aproximação de uma frente fria pelo sul do estado, que deve intensificar os ventos de norte e noroeste, “potencializando o deslocamento do massivo para a Fronteira Oeste, Missões e Médio e Alto Vale do Rio Uruguai”.

A nota diz ainda que o gafanhoto está presente no Brasil desde o século 19 e que causou grandes perdas às lavouras de arroz na Região Sul no período de 1930 a 1940. “No entanto, desde então, tem permanecido na sua fase ‘isolada’, que não causa danos às lavouras.”

O ministério informa que especialistas estão avaliando “os fatores que levaram ao ressurgimento desta praga em sua fase mais agressiva” e que o fenômeno pode estar relacionado a uma conjunção de fatores climáticos.

A Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Sul orienta os produtores rurais gaúchos a informar a Inspetoria de Defesa Agropecuária da sua localidade se identificar a presença de tais insetos em grande quantidade. Com informações da Agência Brasil.


Mesmo com 30 casos confirmados de Covid-19, a primeira dama e Secretária Municipal de Educação, da cidade de Itororó, a senhora Cláudia Regina Santos Pinheiro, promoveu uma festa junina, em sua escola particular.

Segundo informações colhidas pela redação do Blog do Edyy, o evento foi realizado na noite desta terça-feira (23), e reuniu mais de 20 pessoas.

Apesar de todos estarem utilizando máscara de proteção, está proibido qualquer tipo de aglomeração, no município.

Vale lembrar que a cidade de Itororó tem seguido a risca as medidas de isolamento. As igrejas, por exemplo, continuam fechadas. O comércio está funcionando de forma bastante limitado e com todos os critérios de higiene.

Confira logo abaixo o boletim atualizado do município.

 


Na tarde desta terça-feira (23), a Polícia Militar da cidade de Potiraguá recebeu uma denúncia de que um homem, não identificado estaria assediando as mulheres que diariamente fazem caminhada, às margens da rodovia, BA-270.

Segundo informações de testemunhas, o “Taradão do Carrapato”, fica escondido debaixo da ponte do Carrapato, e dentro do mato. Em contato com a nossa redação, uma mulher, que não quis ter o nome revelado disse que o tarado fala palavras pornográficas com as mulheres e ainda mostra os órgãos genitais.

Ao receberem a denúncia, uma guarnição da Polícia Militar saiu em diligência, fez uma varredura embaixo da ponte e foi até na ponte do Rio Pardo mas não conseguiu localizar o indivíduo.

Em contato com o comandante do pelotão de Potiraguá, o CB Márcio Rosa, a guarnição estará fazendo a ronda todos os dias, na localidade, no intuito de localizar o meliante.


Nuvem de gafanhotos ataca lavouras na Argentina — Foto: Divulgação/Governo da Província de Córdoba

Produtores rurais e funcionários do governo da Argentina estão monitorando a entrada de uma nuvem de gafanhotos no país. Os insetos vieram do Paraguai e, por lá, destruíram lavouras de milho (veja mais abaixo). Agora, a praga avança na parte do território argentino que faz fronteira com o Brasil e com o Uruguai.

Segundo projeção do país vizinho, os insetos podem chegar ao oeste do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, oferecendo riscos às lavouras desses estados.

Monitoramento do governo argentino mostra que nuvem de gafanhotos se aproxima do Brasil — Foto: Reprodução/Senasa

O engenheiro agrônomo da Emater de Uruguaiana (RS), Daniel da Costa Soares, disse ao G1 que a situação é nova tanto para produtores quanto para profissionais da área. “Ainda não temos muita certeza do que vai acontecer, se eles vão entrar aqui ou não, mas já estamos conversando com produtores sobre o assunto”, diz.

A orientação da Emater é que os produtores façam o monitoramento constante das lavouras.

De acordo com o governo argentino, a nuvem chegou ao país no fim da semana passada.

As principais regiões atingidas na Argentina são as províncias de Santa Fé, Formosa e Chaco, onde existe produção de cana-de-açúcar e mandioca e a condição climática é favorável.

Em aproximadamente um quilômetro quadrado podem ter até 40 milhões de insetos, que consomem em um dia pastagens equivalentes ao que 2 mil vacas ou 350 mil pessoas comem, disse o engenheiro agrônomo argentino Héctor Medina à agência Reuters.

O governo argentino afirma que os insetos podem passar por vilas e cidades, mas não causam danos diretos aos seres humanos, apenas causam riscos a plantações e pastagens.

No Brasil, já houve surto de gafanhotos em regiões mais quentes e úmidas do país, como o Pará. Em 2017, os insetos passaram por diversos municípios do estado, atacando lavouras de mandioca, trazendo prejuízos econômicos, além de riscos ao meio ambiente e saúde da população, com o uso indiscriminado de inseticidas e outros defensivos. G1


O dia do policial militar é comemorado no dia 24 de junho.

A data celebra o serviço dos profissionais que arriscam as suas vidas diariamente para cumprir a importante missão de proteger as pessoas, dar cumprimento às leis, combater o crime e preservar a ordem pública.

24 de junho recorda a morte de um militar enquanto reivindicava melhores condições de trabalho.

É assim desde 2017, quando a Lei Nº 13.449, de 16 de junho de 2017 alterou a data comemorativa, até então celebrada no dia 21 de abril.


 

“Oi ! Aqui é da Pamonha da Vandika.

Trabalhamos com pronta entrega e encomendas de pamonhas congeladas, mas não fazemos delivery.

🤩 Encomendas para eventos, consulte-me.

E então, quantas vai querer ?”.

Não vai ter São João, mas vai ter tradição. Encomende sua pamonha em Itabuna no telefone ou (WhatsApp) 73991235670