Um ônibus da empresa Cidade Sol, que faz linha de Vitória da Conquista a cidade de Jordânia, ficou atolado e atravessado na estrada, na manhã desta sexta-feira (18), no quilômetro 19, próximo a Fazenda Arueira, estrada que dá acesso a cidade de Itarantim a Jordânia.

De acordo com informações de alguns passageiros que viajavam no ônibus e que não tiveram os nomes revelados, o incidente aconteceu por causa das chuvas que vem caindo no local nos últimos dias e pelas más condições da estrada.

No momento do incidente viajavam aproximadamente 20 pessoas. O ônibus ficou totalmente atravessado na estrada e só conseguiu sai após a chegada de uma máquina pesada que ajudou na remoção. Ninguém ficou ferido.

Assista ao vídeo:


Termina nesta sexta-feira (18) às 23h59 (horário de Brasília) o prazo para os estudantes se inscreverem no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018. As inscrições são feitas pela internet, na página do participante.

Mesmo os candidatos que pediram a isenção da taxa do Enem devem fazer a inscrição para a prova. Para se inscrever, o participante deverá apresentar o número do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e do documento de identidade e criar uma senha. O candidato precisa também informar um endereço de e-mail válido e um número de telefone fixo ou celular, que será usado para enviar informações sobre o exame.

O pagamento da taxa de inscrição para quem não conseguiu a isenção, no valor de R$ 82, deve ser feito até 23 de maio nas agências bancárias, casas lotéricas e agências dos Correios.

Com o fim do prazo de inscrição, também fica encerrada a possibilidade de alterar dados cadastrais, o município onde o estudante quer fazer a prova e a opção de língua estrangeira. Os candidatos que precisarem de atendimento especializado têm que fazer o pedido no ato da inscrição.

Para o uso do nome social na prova do Enem, o pedido poderá ser feito entre os dias 28 de maio e 3 de junho.

As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos, nos dias 4 e 11 de novembro. Os resultados serão divulgados em janeiro.


Na noite desta quinta-feira (17) de maio, a Secretaria Municipal de Assistência Social e o CRAS de Potiraguá, realizaram O Encontro de Gestantes.
O evento contou com vários técnicos da saúde, da Assistência Social e do CRAS.
A secretária de Assistência Social Maria Eunice, falou da importância de ter no município um cuidado especial com as gestantes e o empenho que a prefeitura vem fazendo para proporcionar o melhor.

O coordenador do CRAS Rosinaldo, enfatizou a importância do trabalho em rede que vem acontecendo no município, segundo ele, as gestantes possuem vários direitos sociais e devem ser respeitados” percebemos na maioria das vezes que a falta de conhecimento ainda é o maior desafio para uma sociedade melhor, e empenho do CRAS é romper esse paradigma para beneficiar nossos usuários “.

A proposta do projeto é acolher as gestantes e atendê-las em suas demandas psicossociais através de um espaço de escuta e convivência social, onde possam partilhar suas vivências e sentimentos em relação à gestação. O objetivo principal do projeto é minimizar possíveis situações de vulnerabilidade social e estimular o vínculo afetivo entre mãe e bebê.

O grupo ocorrerá mensalmente ou quando convocado, com aproximadamente 9 encontro até o final do ano. Durante os encontros serão realizadas palestras socioeducativas, esclarecimento de dúvidas, elaboração de artesanatos para o bebê, entre outras atividades. Além disso, as gestantes serão convidadas a refletir sobre temas como educação e a importância da mãe/família/comunidade na constituição da personalidade do bebê/criança, através de leituras de textos e dinâmicas de grupo. Interessadas ainda poderão realizar inscrições, é só procurar o CRAS.

Fotos: Equipe Blog do Edyy, Mailane Souza e Geovana Andrade.

 

 


Nesta sexta-feira (18) acontece o 4º reajuste na semana nos preços dos combustíveis promovido pela Petrobras. O diesel terá um aumento de 0,95% e a gasolina 1,80% nos valores comercializados nas refinarias.

Segundo a empresa, o preço do diesel A nas refinarias passará de R$ 2,3082 nesta quinta-feira (17) para R$ 2,3302 nesta sexta-feira (18) – o que significa uma alta de 0,95%. Já o preço da gasolina A nas refinarias passará de R$ 2,0046 para R$ 2,0407 o litro, no mesmo período, o que representa um aumento de 1,80%.

A escalada nos preços acontece em meio à disparada nos preços internacionais do petróleo. Nesta quinta, o barril de petróleo Brent superou US$ 80 pela 1ª vez desde novembro de 2014. Este é o 4º reajuste já anunciado nesta semana.


Depois de toda repercussão de um vídeo de uma briga associado a Antônio Fagundes, o ator decidiu de pronunciar. Através do stories do seu perfil oficial do Instagram, o veterano relatou que o homem que aparece apanhando no vídeo não é ele. “O vídeo que está circulando esta manhã envolvendo o nome de Antônio Fagundes é fake”, publicou.

 

 

Em contato com o site BNews, a assessoria de imprensa da Globo também negou que trata-se do ator e que o mesmo foi vítima de um “fake news”. Uma nota oficial da emissora deve ser lida pelos apresentadores do Jornal Hoje, na tarde desta quinta-feira (17).


A casa do senhor Alcidino Antônio de Souza, foi demolida pelo prefeito Rodrigo Hagge na tarde desta quarta-feira (16), que ficava na Av. flamengo, sentido rótula dos Orixás/primavera. O imóvel que foi destruído, pertence ao seu Alcidino deste de 1979, portanto foi ali que ele criou a sua família e viu o crescimento da cidade. Segundo o proprietário a casa não estava abandonada, pois no interior da mesma existia alguns móveis e até um cachorro no quintal.

“Se não tivesse casa de parente pra ir, certamente dormiria na rua essa noite. A minha casa foi destruída e eu não recebi qualquer tipo de aviso prévio, derrubaram a casa e não deixaram uma telha pra contar história. Isso é o maior absurdo que já vi na vida. Como podem fazer isso?”, indagou seu Alcidino que tem problemas cardíacos.

Os vereadores Romildo Teixeira, Gilmar Piritiba, Valdeir Chagas, Márcio Pio e Valquírio Lima estiveram no local e pediram uma solução ao secretário Aírton Ferraz. Segundo o parecer da prefeitura de Itapetinga, a casa era edificada em uma área de risco e de proteção Ambiental. O secretário de Transportes e Serviços Públicos, Dr Aírton Ferraz, também disse que a casa ficava em uma avenida de muito movimento e corria o risco de desabamento.

Existem fatores neste caso que não estão de acordo com a lei:

Primeiro- O morador não foi consultado ou notificado que sua casa seria demolida.

Segundo- Como pode um órgão invadir um imóvel sem mandato judicial e sem autorização do proprietário. Muito indignado seu Alcidino conversou coma nossa reportagem e contou sua história sobre esse episódio. Veja o Vídeo:

Foto de Wagner Da Ribeiro Da Silva.

Do site fala livre


O deputado estadual Zé Raiumundo (PT) afirma considerou “natural” a investigação em andamento na Polícia Federal e na Controladoria Geral da União (CGU) sobre a obra inaugurada em sua gestão como prefeito de Vitória da Conquista há dez anos.

Nesta quarta-feira (16), veio a público um comunicado da PF informando a prefeitura da cidade de que agentes do órgão estarão no município para coleta de documentos relacionados à obra de intervenções na Avenida Juracy Magalhães.

“As obras em questão se encontram prontas e acabadas com qualidade e economicidade, tratando-se, inclusive, de um dos marcos da grande intervenção urbanística realizada na cidade”, justifica Raimundo.

Veja a conta divulgada pelo ex-prefeito petista:

“Acerca de notícias veiculadas na quarta-feira (16/05/2018) por alguns veículos de comunicação dando conta de que a Polícia Federal estaria vindo a Vitória da Conquista –Bahia para levantar documentos e informações junto à Prefeitura Municipal relativas às obras realizadas na Av. Juracy Magalhães durante a gestão do ex-prefeito José Raimundo Fontes, cumpre esclarecer: 1 – É natural e necessário que todos os órgãos de controle externo e de investigação – dentre eles a CGU – Controladoria Geral da União e a Polícia Federal – cumpram seus papeis institucionais no exercício de suas atribuições de fiscalização e controle no que tange à aplicação dos recursos públicos. 2 – No caso específico da Av. Juracy Magalhães foram realizadas intervenções de duplicação, urbanização, drenagem e iluminação do logradouro com recursos de convênios firmados entre a União e o Município de Vitória da Conquista – Bahia, nas quais se primou pela qualidade, austeridade e correta aplicação das verbas públicas. Tanto assim que a Caixa Econômica Federal aprovou as execuções física e financeira das obras em questão. 3 – Apesar disto, em decorrência de posterior fiscalização realizada pela CGU e de seu respectivo relatório, o MPF – Ministério Público Federal realizou rigorosa apuração acerca da execução dos convênios em comento, não tendo constatado qualquer indício de má aplicação de verbas públicas, razão pela qual a ação judicial daí decorrente foi julgada totalmente improcedente. Trata-se de mais um elemento a atestar a lisura e o zelo da gestão do ex-prefeito no trato com o dinheiro público.  4 – As obras em questão se encontram prontas e acabadas com qualidade e economicidade, tratando-se, inclusive, de um dos marcos da grande intervenção urbanística realizada na Cidade pelo ex-gestor e sua equipe de governo, que em muito contribuíram para a melhoria da mobilidade urbana. 5 – Finalmente cumpre registrar que toda a documentação acerca dos convênios em discussão, como também de dezenas de outros executados durante a gestão do ex-prefeito, foi deixada à disposição de qualquer interessado na Prefeitura Municipal. Por tais razões, ele se encontra absolutamente tranquilo e à disposição para prestar todos os esclarecimentos necessários sobre o assunto trazido à baila. Vitória da Conquista – Bahia, 16 de maio de 2018”.

Bocão News


 A partir da próxima segunda-feira (21), o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), deixará de agendar atendimento presencial para pedidos de aposentadoria por idade e salário-maternidade. Os dois benefícios só poderão ser solicitados por telefone ou internet.

A análise para concessão da aposentadoria por idade e do salário-maternidade já é feita automaticamente, com base nos dados disponíveis nos sistemas do INSS e do governo, desde setembro de 2017. Mas até então também era possível fazer o pedido pelo modelo de agendamento, que agora ficará indisponível.

Os benefícios poderão ser solicitados no site do instituto ou pelo telefone 135. O segurado receberá um número de protocolo e só será chamado a uma agência do INSS em casos excepcionais, como na falta de documentos.

De acordo com o INSS, a mudança deve reduzir o tempo de análise dos pedidos. Segundo o órgão, outros benefícios também passarão a ser solicitados dessa forma “em breve”.

Serviços agendados

A partir do dia 24, serviços antes atendidos por ordem de chegada nas agências poderão ser agendados pela internet e telefone.

São eles:

  • Alterar meio de pagamento
  • Atualizar dados cadastrais do beneficiário
  • Atualizar dados do Imposto de Renda – Atualização de dependentes
  • Atualizar dados do Imposto de Renda – Declaração de Saída Definitiva do País
  • Atualizar dados do Imposto de Renda – Retificação de DIRF
  • Cadastrar Declaração de Cárcere
  • Cadastrar ou atualizar dependentes para Salário-família
  • Cadastrar ou Renovar Procuração
  • Cadastrar ou Renovar Representante legal
  • Desbloqueio do Benefício para Empréstimo
  • Desistir de Aposentadoria
  • Emitir Certidão de Inexistência de Dependentes Habilitados à
  • Pensão por Morte
  • Emitir Certidão para saque de PIS/PASEP/FGTS
  • Reativar Benefício
  • Reativar Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência suspenso por inclusão no mercado de trabalho
  • Renunciar cota de Pensão por Morte ou Auxílio-Reclusão
  • Solicitar Pagamento de Benefício não Recebido
  • Solicitar Valor não Recebido até a Data do Óbito do Beneficiário
  • Suspender Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência para inclusão no mercado de trabalho
  • Transferir Benefício para outra Agência

A equipe responsável pelo programa Bolsa Família da cidade de Potiraguá, composta por Genésio, Ediele, Sandra e Mirila, participaram de um evento de capacitação nesta terça-feira (15), na cidade de Arataca BA.

De acordo com Genesio, Gestor do Bolsa Família de Potiraguá, a capacitação foi realizada no intuito de aprimorar ainda mais o acesso aos programas sociais do governo federal, como o Cadunico e o SUAS.

Ainda segundo Genésio, a capacitação foi de grande importância para os profissionais da Secretaria e ate mesmo para os beneficiários do programa, já que os mesmos estão constantemente sendo atualizados.


Dois pedreiros da Rodenge Engenharia e Construções serão indenizados por danos morais, no valor de R$ 5 mil cada, por terem recebido os salários com atraso, quando trabalhavam para a empresa. A decisão foi da 1ª Turma do Tribunal Regional (TRT-BA),  que reformou a sentença da Vara de Trabalho de Bom Jesus da Lapa ao decidir em favor do recurso dos trabalhadores.

A relatora do acórdão, desembargadora Ivana Mércia Nilo de Magaldi, argumentou que a empresa causou aos empregados vexames, sofrimento e angústia, uma vez que que o salário constitui fonte de suas subsistências e de suas famílias.

No processo, os pedreiros alegaram que os salários atrasados de janeiro a abril de 2016 causaram quebra de compromissos financeiros anteriormente assumidos. “Sem qualquer recurso fomos obrigados a contrair dívidas para garantir o sustento e a sobrevivência da família,” justificaram os autores do processo.

A empresa poderá recorrer da decisão. A relatora Ivana Nilo também sustentou que o atraso no pagamento dos salários não pode ser justificado por quedas nas vendas ou da produção da empresa, ante a característica da alteridade inerente aos contratos trabalhistas, que supõe que o empreendedor deve assumir exclusivamente os riscos pelos negócios.

Com a decisão, os desembargadores da 1ª Turma reconheceram a prática de ato lesivo à honra objetiva dos pedreiros, causa de dano moral presumido, cuja reparação justifica o pagamento de indenização. De acordo com a Turma, a quantia de R$ 5 mil trata-se de valor compatível com a natureza, extensão e sequelas da lesão causada aos trabalhadores. O voto da relatora foi seguido pelos desembargadores Edilton Meires e Suzana Inácio.