A véspera da eleição deste segundo turno em Potiraguá foi um verdadeiro “paradeiro”.

Durante a noite deste sábado (27), era possível contar de dedo as pessoas que faziam presente na Praça da Feira.

Apesar do horário de funcionamento dos bares ser permitido até as 4h0 da manhã deste domingo (28), parece que o povo está desanimado com a eleição para presidente, pois as 21h30 já não se via movimento no comércio nem barulho de  som ligado.  Aparentemente será um dia de votação bastante tranquila.

 


A pesquisa eleitoral CNT/MDA divulgada neste sábado (27) mostra Jair Bolsonaro (PSL) à frente na corrida presidencial com 56,8% dos votos válidos, contra Fernando Haddad (PT) com 43,2%.

Contabilizando o total de votos, o capitão reformado tem 48,5% na véspera do dia do pleito, enquanto Haddad tem 37%. Outros 10,3% declararam voto branco ou nulo e 4,2 estão indecisos.

O levantamento foi feito entre os dias 26 e 27 de outubro. Foram ouvidas 2.002 pessoas em 137 municípios de 25 Unidades Federativas, das cinco regiões. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança. A pesquisa está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-06933/2018.


Pesquisa Vox 247 aponta empate entre os presidenciáveis Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL). Segundo o estudo, as intenções de voto são de exatamente a 43% a 43%. Ninguém/Brancos/Nulos são 9% e “não sabe” ou “não respondeu” representam 5%. O levantamento foi realizado neste sábado (27).

Nos votos válidos, os percentuais são de exatamente 50% a 50%. Os votos espontâneos para presidente, quando os eleitores citam o nome do candidato espontaneamente, são de 51% a 49% para Bolsonaro.

A pesquisa foi registrada junto à Justiça Eleitoral sob o número BR-09614/2018. Foram entrevistados 2.000 eleitores de 16 anos ou mais, em 121 municípios. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, estimada em um intervalo de confiança de 95%.


Quem diariamente trafega pela estrada Potiraguá/Itarantim já está acostumado a ver animais na pista.

Na tarde deste sábado (27) não foi diferente. Durante uma visita do Blog do Edyy na cidade de Itarantim, foi possível registrar dois flagrantes de animais à beira da estrada.

Além de cavalos e bois na estrada, também está tendo vários caprinos e ovinos, que, por conta da seca, os criadores acabam levando os animais para se alimentarem a beira da estrada sem nenhum tipo de sinalização, colocando em perigo a vida de quem trafega diariamente pela rodovia.

Vale ressaltar que essa estrada de Itarantim já vitimou muitas pessoas, uma delas o saudoso e grande amigo e parceiro Sadraque Santos, vítima fatal de acidente de moto na estrada Potiraguá-Itarantim, após ter colidido com um animal na pista.


 

O Blog do Edyy esteve na manhã deste sábado (27), na cidade de Itarantim, onde se início no mês de setembro a pavimentação asfáltica da BA-270, trecho que liga os municípios de Itarantim e Maiquinique até a cidade de Itapetinga.

Conforme apurado pelo site, aproximadamente, 6 (seis) quilômetros já encontram-se com o asfalto. Ao todo serão 27 quilômetros de pavimentação até a cidade de Maiquinique.

Em conversa com o prefeito da cidade de Itarantim, Paulo Construção, além de estar dando o total apoio a Construterra, empresa responsável pelos trabalhos, também se diz estar bastante ansioso com a conclusão da obra, pois irá mudar a vida de todos Itarantinenses, principalmente na locomoção das ambulâncias que constantemente precisam viajar com pacientes para as cidades vizinhas.

O site buscou informações sobre o tempo aproximado de conclusão dos trabalhos, mas não conseguiu falar com o engenheiro responsável pela obra.

Assista o vídeo  ou Veja as fotos:

 


O ex-presidente do STF (Superior Tribunal Federal) Joaquim Barbosa usou sua conta no Twitter neste sábado (27) para declarar o voto no candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad.

“Votar é fazer uma escolha racional. Eu, por exemplo, sopesei os aspectos positivos e os negativos dos dois candidatos que restam na disputa. Pela primeira vez em 32 anos de exercício do direito de voto, um candidato me inspira medo. Por isso, votarei em Fernando Haddad.”


O Serviço de Água e Saneamento Ambiental da cidade de Itapetinga, o (SAAE), demitiu na tarde desta quinta-feira (25), 70 funcionários que prestam serviços no saneamento básico do município.

De acordo com uma nota emitida pelo SINDAE,  Sindicato dos trabalhadores em Água, esgoto e Meio Ambiente do Estado da Bahia, informou que alguns funcionários irão retornar para prestar os serviços essenciais a população​.

Com essas demissões​, o comércio municipal sofrerá um impacto muito grande, pois serão mais 70 salários que deixarão de circular na “terra da pecuária”.


Nos últimos meses uma cena virou rotina na Câmara Municipal de Potiraguá, as portas fechadas, sem sessão e sem nenhuma justificativa. Tal fato vem acontecendo justamente após o atual presidente garantir sua reeleição para o biênio 2019-2020, em 05/09/2018, depois disso são frequentes as quintas sem sessão, em menos de dois meses foram 05 quintas feiras sem sessão.

Hoje dia 25/10 mais uma vez a Câmara encontra-se com as portas fechadas.

Lembrando que a sessão semanal é a única vez que os vereadores tem a obrigação de “bater o ponto”.

Uma câmara fechada é um desrespeito a população que elegeu os vereadores para exercer seus mandatos em favor do povo. Mesmo recebendo um bom salário, parece que os vereadores não estão muito afim de trabalhar. A população está de olho.

Foto: Mailane Souza


O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, lidera a corrida eleitoral no Estado de São Paulo. Os dados são de levantamento do Paraná Pesquisas divulgado nesta quinta-feira (25). O militar tem 68,4% dos votos válidos, enquanto o adversário Fernando Haddad (PT) está com 31,6%. Quando se fala em votos válidos, não são considerados os votos brancos, nulos e indecisos.

No cenário em que são computadas as intenções de votos totais, Bolsonaro tem 59,4% e Haddad 27,4%. Brancos, nulos e indecisos somam 13,2%.

A pesquisa mediu ainda o potencial eleitoral dos candidatos. Os eleitores de Bolsonaro se mostram mais decididos sobre seu voto do que os eleitores de Haddad desde o início do mês. Na pesquisa mais recente o militar aparece com 51,4% de certeza, o petista tem apenas 23,7%.

Apesar de a rejeição de Haddad ter caído em relação à pesquisa divulgada em 22 de outubro, o percentual ainda é duas vezes maior do que o de Bolsonaro. Ao serem questionados sobre sua escolha no levantamento do início da semana, 63,2% afirmaram que não votariam em Haddad de jeito nenhum. O número oscilou para 61,8%. Já a rejeição do militar foi de 33,1% para 33,3%.

A pesquisa foi realizada de 22 a 24 de outubro de 2018, em 87 municípios de São Paulo. O estudo entrevistou 2.004 pessoas. A margem de erro é de 2,0 p.p e o índice de confiança é de 95%. O registro no TSE é BR-04858/2018.


A nova rodada da pesquisa CUT/Vox Populi aponta crescimento das intenções de voto no candidato Fernando Haddad (PT) e queda de Jair Bolsonaro (PSL). Na simulação estimulada, quando o entrevistador apresenta os nomes dos candidatos, Bolsonaro aparece com 44% das intenções de votos contra 39% de Haddad.

A diferença entre os dois candidatos caiu para 5%. Se for considerada a margem de erro da pesquisa, que é de 2,2%, a diferença entre as intenções de voto em Haddad e Bolsonaro pode chegar a 1 ponto percentual (2,2% a menos para Bolsonaro e 2,2% a mais para Haddad).

A pesquisa mostra também que 17% dos eleitores ainda estão indecisos. Desse total, 12% disseram que não vão votar em ninguém, vão votar em branco ou anular os votos. Outros 5% não sabem ou não quiseram responder. Os percentuais são iguais aos da pesquisa anterior.

Os percentuais de votos válidos, excluídos os brancos, nulos, ninguém ou não sabem ou não responderam, também são idênticos aos da pesquisa anterior: 53% para Bolsonaro e 47% para Haddad.

A simulação espontânea, quando o entrevistador apenas pergunta em quem o eleitor vai votar, aponta Bolsonaro com 43% das intenções de votos contra 37% de Haddad, os mesmos percentuais do levantamento realizado nos dias 16 e 17.

Neste cenário, 13% disseram que não votarão em ninguém, votarão em branco ou anularão o voto e 7% não sabem ou não responderam. Na pesquisa anterior, os percentuais eram de 12% e 8%, respectivamente.