Blog do Edyy

APLB de Itarantim e professores do município fazem paralisação após prefeito descumprir lei do piso

Na manhã desta quinta-feira, os professores da rede pública municipal de Itarantim paralisaram suas atividades e percorreram as principais ruas da cidade, manifestando contra o descumprimento da lei do piso salarial do magistério no município.

De preto e com faixas, a APLB – Sindicato Núcleo Itarantim e os professores cobraram do prefeito Fábio Gusmão uma resposta para o descumprimento da lei.

Após tentativas fracassadas de negociação, a própria categoria decidiu buscar respostas. Logo cedo pela manhã, os professores se organizaram em frente ao colégio Lourival Souto e de lá partiram em direção ao paço municipal na tentativa de que algum representante do gestor pudesse abrir diálogo com a classe.

Sem sucesso, os professores seguiram manifestando em direção ao centro comercial de Itarantim. Alguns professores discursaram, pedindo respeito à classe e informando à população o motivo de estarem nas ruas. Pais de alunos, comerciantes e populares manifestaram apoio à classe de professores.

Os vereadores Jeferson Mototáxi, Naninho, Dudu dos Tutas, Juarez Fernandes e o presidente da câmara, Zeza Gigante, também prestaram apoio à causa dos professores.

A manifestação terminou em frente à sede da Secretaria de Educação, onde os professores foram recebidos com portas fechadas, o que simboliza que a atual gestão não está aberta ao diálogo. A guarda municipal foi acionada para os professores.

Como último ato do protesto, o vereador Zeza fez um importante discurso, cobrando respostas da gestão por estar descumprindo a lei do piso.

Por medo de represália, muitos professores não compareceram ao manifesto e apesar do número de profissionais da categoria ser superior ao que foi visto nas ruas, a manifestação de hoje deixa um ruído na atual gestão, a única a descumprir a lei do piso desde sua criação em 2008.


Curta e Compartilhe.


Leia Também