Blog do Edyy

Bolsonaro explica recusa de ajuda argentina e fala do que foi oferecido; “muito caro para o Brasil”

Leia a nota;

“- Em contato com o Itamaraty, a Chancelaria Argentina ofereceu assistência de 10 homens (“capacetes brancos”) para trabalho de almoxarife e seleção de doações, montagem de barracas e assistência psicossocial à população afetada pelas
enchentes na Bahia.

– O fraterno oferecimento argentino, porém muito caro para o Brasil, ocorre quando as Forças Armadas (@exercito_oficial , @marinhaoficial e @fab_oficial ), em coordenação com a Defesa Civil, já estavam prestando aquele tipo de assistência à população afetada, inclusive com o apoio de 3 helicópteros da Marinha.

– Por essa razão, a avaliação foi de que a ajuda argentina não seria necessária naquele momento, mas poderá ser acionada oportunamente, em caso de agravamento das condições. A resposta do Ministério das Relações Exteriores à Embaixada Argentina é clara a esse respeito.

– O Governo Brasileiro está aberto a ajuda e doações internacionais. Ontem, o Itamaraty aceitou doações da Agência de Cooperação do Japão (JICA): são barracas de acampamento, colchonetes, cobertores, lonas plásticas, galões plásticos e purificadores de água, que chegarão à Bahia por via aérea e/ou serão adquiridos no mercado brasileiro”.


Curta e Compartilhe.


Leia Também