Blog do Edyy

Com candidatura ameaçada, Sérgio Meneguelli grava vídeo emocionado e indignado; assista

Direção nacional do Republicanos teria decidido barrar ex-prefeito de Colatina, a pedido de Bolsonaro e em benefício de Magno Malta

Duas semanas após o presidente nacional do Republicanos, Marcos Pereira, confirmar a pré-candidatura de Sérgio Meneguelli a senador pelo Espírito Santo, a pré-candidatura do ex-prefeito de Colatina volta a ser alvo de intenso ataque especulativo e pode estar novamente ameaçada.

 

Segundo uma fonte envolvida nas articulações, o presidente Jair Bolsonaro (PL) teria entrado pessoalmente no circuito para forçar a retirada de Meneguelli, visando favorecer o principal concorrente do ex-prefeito nessa disputa, o ex-senador Magno Malta (PL), correligionário de Bolsonaro. O presidente da República teria pedido a Marcos Pereira que não dê legenda a Meneguelli para concorrer ao Senado, deixando o caminho mais aberto para Magno.

 

Nacionalmente, o Republicanos é um dos principais partidos aliados do governo Bolsonaro no Congresso e um dos mais importantes apoiadores da reeleição do presidente.

 

De acordo com a mesma fonte da coluna, a cúpula nacional do Republicanos já teria informado a decisão de barrar Meneguelli à direção estadual do partido, que já teria inclusive comunicado a má notícia ao ex-prefeito de Colatina.

 

Entretanto, questionada por mim na tarde desta segunda-feira (25), a assessoria de imprensa do próprio Marcos Pereira negou que o partido tenha desistido de lançar Meneguelli ao Senado, a pedido de Bolsonaro.

 

O próprio Meneguelli também afirmou que essa informação não procede. “É balela. É brincadeira. Ninguém do Republicanos falou nada disso comigo. Sigo firme na minha pré-campanha e vou colocar o meu nome para o Senado na nossa convenção estadual. Isso é coisa de candidatos fracos que ficam plantando isso porque têm medo de perder a eleição para o Senado. É a mesma coisa que já tentaram fazer lá atrás e que não deu certo.”

 

No Espírito Santo, o Republicanos é presidido por Roberto Carneiro e também tem a pré-candidatura do presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso, ao governo do Estado. Já o PL é presidido por Magno Malta e também tem a pré-candidatura do ex-deputado federal Carlos Manato a governador.


Curta e Compartilhe.


Leia Também