Blog do Edyy

Eleição suplementar para prefeito e vice-prefeito de Firmino Alves ocorre de forma tranquila, aponta TRE

Foto: Blog do Edyy

Durante toda a manhã, não houve registro de prisão em flagrante por boca de urna, transporte ilegal de eleitores ou compra de votos. Pleito será das 7h às 17h.

A eleição suplementar para prefeito e vice-prefeito de Firmino Alves, sul da Bahia, ocorre de forma tranquila neste domingo (3), conforme o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Durante toda a manhã, não houve registro de prisão em flagrante por boca de urna, transporte ilegal de eleitores ou compra de votos. O pleito será das 7h às 17h.

A expectativa do TRE é de que mais de 4.500 pessoas compareçam às urnas para escolha dos novos gestores do município. Também não houve registro de substituição de urna eletrônica. Dos 14 equipamentos disponibilizados pela Justiça Eleitoral para a votação nenhum apresentou problema.

Como parte do plano de segurança do regime extraordinário de operações para a eleição, a Polícia Militar da Bahia (PM/BA) empregou um efetivo de 56 profissionais, entre policias do Comando de Policiamento Regional/ Sudoeste( PRSO) e Comando de Policiamento Especializado do (CPE). A mobilização para a segurança da eleição também contou com o apoio da Policial Civil.

A eleição suplementar foi convocada depois que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou o recurso eleitoral e manteve o indeferimento da candidatura de José Agnaldo dos Santos, conhecido como Padre Agnaldo, eleito nas eleições 2020. Com a decisão, os votos do candidato foram anulados e uma nova eleição foi marcada.

Dois candidatos disputam as eleições, Samuel Pereira (PSD) e Fabiano Sampaio (PDT), que era presidente da Câmara de Vereadores de Firmino Alves e atuou como prefeito interino quando a candidatura de José Agnaldo foi indeferida.

A diplomação dos candidatos eleitos na eleição suplementar deverá ocorrer até o dia 18 de outubro.


Curta e Compartilhe.


Leia Também