Blog do Edyy

Jogo da política: Rui se equivoca ao citar episódio com ACM Neto em Itarantim; assista

O governador Rui Costa se equivocou ao citar um episódio que aconteceu na semana passada, com o pré-candidato ao governo da Bahia, ACM Neto, durante visita ao município de Itarantim.

A fala do governador aconteceu durante a convenção que oficializou a candidatura de Jerônimo Rodrigues ao governo do estado, nas eleições de outubro deste ano.

Em sua fala, Rui Costa, do (PT) conta que, durante a visita na Terra da Cachaça ACM Neto teria tomado o microfone de um de seus apoiadores no município, que no caso em questão foi o ex-candidato a prefeito daquele município, o advogado Eduardo Almeida (PP), popularmente conhecido no município como Du Almeida, enquanto usava da palavra. De acordo com o governador, o motivo pelo qual Neto teria tomado o microfone de Du seria porque o mesmo iria compará-lo com o pré-candidato Neto Carletto, que é sobrinho de Ronaldo Carletto. Segundo Rui, Neto não admitiu ser comparado com a família de Carletto.

“Muito pior, ou tão violento quanto o ato de tomar um microfone é o motivo pelo qual ele tomou o microfone…”

Veja no vídeo abaixo;

De fato, o pré-candidato ACM Neto pegou o microfone das mãos de Du Almeida, porém, o motivo é completamente ao inverso e foi acompanhado pelo redator e presidente do Blog do Edyy que presenciava o evento, realizado na última sexta-feira (22), na cidade da Pedra de Três Pontas. Na verdade, diferente do que o governador Rui Costa diz, após assistir a um vídeo totalmente editado, o que aconteceu foi que, no momento da fala do itarantiense Du Almeida, o microfone estava falhando bastante e sua voz foi interrompida ao menos três vezes por causa do problema na sonorização do evento. Quando, ao presenciar a sequência de interrupções sonoras, ACM Neto pediu para que o microfone fosse substituído apanhando o aparelho das mãos de seu apoiador.

No cenário político eleitoral, se as eleições fossem hoje, o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil) venceria a eleição para o governo da Bahia, com 61% das intenções de voto.

 


Curta e Compartilhe.


Leia Também