Blog do Edyy

Maiquinique: Justiça Eleitoral cassa mandatos do prefeito e vice por abuso de poder econômico e captação ilícita de votos

A Justiça cassou os diplomas da chapa eleitoral que reelegeu o prefeito Jesulino de Souza Porto, do Democratas (DEM) juntamente com sua vice, a senhora Marizene Santos Gusmão (Dra. Zaza), que é do Partido da Mulher Brasilelra (PMB), desconstituindo seus mandatos pela prática de abuso do poder econômico e captação ilícita de votos nas eleições do ano passado.

De acordo com a ação, publicada nesta terça-feira (16), movida pelo ex-candidato a prefeito, o Padre Reinaldo Tarso Martins, do Podemos, durante a campanha eleitoral o Prefeito e a Vice Prefeita teriam se utilizado de recursos públicos para financiar sua
campanha eleitoral visando a reeleição. A conduta que lhes foi imputada consistiria em
oferecer aos eleitores combustível adquiridos pelo município, o que configuraria abuso de poder político, conduta vedada e abuso de poder econômico e, em consequência, captação ilícita de votos.

Se for mantida a condenação, os investigados terão que devolver uma quantia em dinheiro no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais), além de ficarem inelegíveis pelo período de 8 anos. Desta forma, com a anulação da chapa uma nova eleição para os cargos de Prefeito e Vice-Prefeito deverá ser realizada na pequena cidade de Maiquinique. Cabe recurso da decisão.

Confira a sentença clicando aqui:

 


Curta e Compartilhe.


Leia Também