Blog do Edyy

Operação “Graft”: PRF, Ministério Público e Polícia Civil cumprem 10 mandados de prisão preventiva e 22 de busca e apreensão

A exitosa ação contou com a integração colaborativa dos órgãos e teve o objetivo de apurar crimes fraudulentos com atuação dentro da Prefeitura de Euclides da Cunha.

Na manhã desta quinta-feira (04), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) em conjunto com o Ministério Público estadual, Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas -GAECO e Polícia Civil através da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais -DRACO, participaram da Operação Graft. O esforço foi deflagrado através do Ministério Público Estadual da Bahia, por meio do Grupo GAECO.

O objetivo das ações é o cumprimento de 10 mandados de prisão preventiva e 22 de busca e apreensão nos municípios de Euclides da Cunha, Salvador, Monte Santo, Teofilândia, Lauro de Freitas, Araci e Pojuca.

O trabalho conjunto entre os órgãos visa combater um esquema fraudulento com atuação na prefeitura de Euclides da Cunha. São apurados crimes de  desarticular uma organização criminosa acusada de praticar diversos crimes de organização criminosa, peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, falsidades documentais e frustração do caráter competitivo de licitação.

De acordo com as investigações, o esquema consiste em fraudes sistêmicas a procedimentos de licitações realizadas pela prefeitura da cidade, através de manipulações de informações nos Diários Oficiais do Município, a fim de afastar possíveis empresas concorrentes. Além da fraude às licitações as investigações detectaram envolvimento de agentes públicos lotados em secretarias municipais e superfaturamento em obras de pavimentação asfáltica e locação de máquinas pesadas.

CONTEÚDO RELACIONADO


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também