Blog do Edyy

Polícia descarta crime na morte de vereador em Itapetinga e trabalha com hipótese de que ele teve mal súbito e caiu em açude

As investigações da Polícia Civil de Itapetinga, no sudoeste da Bahia, apontaram que o vereador Leonardo Rodrigues Matos, conhecido como Léo Matos (PSD), encontrado morto no domingo (25) em um açude na sua própria fazenda, não teria sido vítima de morte violenta. De acordo com a polícia, a maior possibilidade é que ele tenha morrido afogado após sofrer um mal súbito e cair na água.

Léo Matos, que era presidente da Câmara Municipal, estava desaparecido desde sexta-feira (23), quando saiu para fazer pagamento aos funcionários. No mesmo dia, as buscas foram iniciadas, concentradas na região da própria fazenda, onde o carro do vereador foi encontrado.

Segundo o delegado que investiga o caso, Roberto Júnior, tanto o carro, como o imóvel da fazenda não foram violados. E duas varas de pesca também foram encontradas. Com isso, a polícia trabalha com a possibilidade de ele ter sofrido um mal súbito, caído no açude e morrido afogado.

Léo Matos estava no primeiro mandato e completou 46 anos no dia 14 de abril — Foto: Reprodução/Redes Sociais

“Tanto o veículo, como a casa da fazenda estavam em perfeita ordem. Nenhuma desordem. Foi encontrada uma certa quantia em dinheiro no bolso do vereador Léo Matos. Não temos nenhum sinal de que tenha tido uma ação violenta no local. Trabalhamos com a hipótese de ele ter tido um mal súbito. Ele vinha se recuperando da Covid. Ele pode ter tido um mal súbito e caído na água”, afirmou o delegado.

Ainda segundo o delegado, a causa do óbito só poderá ser confirmada após o resultado da perícia. A necropsia foi feita no domingo (25), e o resultado deve ficar pronto em 30 dias.

Léo Matos foi sepultado na tarde de domingo, no Cemitério Parque da Eternidade, em Itapetinga. Ele tinha 46 anos, deixa a esposa e um filho.

Corpo encontrado em açude

Açude onde o corpo de Léo Matos foi encontrado  — Foto: NOA/Vitória da Conquista

Açude onde o corpo de Léo Matos foi encontrado — Foto: NOA/Vitória da Conquista

Na tarde de sábado (24), uma guarnição do Núcleo de Operações Aquáticas do 7º Grupamento dos Bombeiros Militares de Vitória da Conquista se deslocou à região para fazer buscas pelo vereador. O corpo foi encontrado no começo da manhã de domingo (25), por moradores da região e foi removido pelo Departamento de Polícia Técnica.

A prefeitura de Itapetinga emitiu uma nota lamentando a morte de Leonardo Rodrigues Matos..

“Itapetinga amanheceu enlutada. Em meio a tempos já tão difíceis, a perda do vereador Leonardo Matos faz com que comecemos a semana ainda mais cheios de dor e tristeza. A morte levou Leo Matos para longe de nós de forma muito precoce. Infelizmente, pôs fim ao futuro promissor de um político, à vida de um pai, de um marido, de um filho que tinha muita história para escrever ainda. Interrompeu cedo seus sonhos e deixou, sem dúvidas, muitas saudades”, disse trecho da nota.

Por meio do canal oficial do PSD no Instagram, o presidente estadual da legenda e senador Otto Alencar, ofereceu condolências à família do vereador e disse compartilhar a mesma dor pela perda do companheiro de partido.

“Amigos e amigas de Itapetinga, meu profundo sentimento e pesar pelo falecimento precoce do presidente da Câmara Municipal, vereador Léo Matos. Advogado, Léo era um grande amigo, pelo qual sempre tive admiração e respeito, que colaborou e engrandeceu o PSD Bahia. Espero que Deus possa abençoá-lo e o receba de braços abertos. Minha solidariedade aos Itapetinguenses, aos seus familiares e amigos. Suas dores são as minhas dores. Que o Pai Celestial conforte a nossa dor neste momento tão difícil”, disse em nota.

A Câmara Municipal decretou luto oficial de sete dias na cidade por causa da morte do edil. As informações são do G1


Curta e Compartilhe.


Leia Também