O jornalista Paulo Henrique Amorim morreu, na madrugada desta quarta-feira (10), aos 76 anos e deixou um legado para a comunicação brasileira.

Amorim estava em casa, no Rio de Janeiro, quando sofreu um infarto fulminante — informação confirmada pela mulher dele.

Na noite da terça-feira (9), o jornalista havia saído para jantar com amigos.

Paulo Henrique Amorim estava na Record TV desde 2003. Antes, passou por diversos jornais, revistas e emissoras de televisão do país.


Jornalista foi afastado no dia 05 de junho, antes da Copa América começar, com uma nota oficial ao vivo durante o Jornal Nacional.

O jornalista Mauro Naves, conhecido pela cobertura da seleção brasileira, não é mais funcionário da Rede Globo. O repórter foi afastado após polêmica no caso do suposto estupro de Neymar. Ele teria tentado intermediar um acordo entre o jogador e o primeiro advogado da modelo Najila Trindade.

“O Grupo Globo e o jornalista Mauro Naves decidiram encerrar consensualmente o contrato de prestação de serviços que mantinham. O Grupo Globo reconhece a imensa contribuição de Mauro Naves ao jornalismo esportivo e a ele agradece os 31 anos de dedicação e colaboração”, informou a emissora em nota oficial.

O afastamento de Mauro Naves pegou a todos de surpresa. A nota oficial foi lida pelo apresentador do Jornal Nacional, Willian Bonner, ao vivo ao final da edição de 05 de junho, dia que inclusive a seleção brasileira realizou um amistoso contra o Qatar.

Na nota, a Globo informou que o repórter não iria cobrir a Copa América por “evidências de que suas atitudes (no caso do suposto estupro de Neymar) contrariaram a expectativa da empresa sobre a conduta de seus jornalistas”.

Veja na íntegra a nota de afastamento lida por Willian Bonner em 05 de junho:

“O Jornal Nacional publicou ontem (4) a carta aberta divulgada pelos ex-advogados da mulher que acusa Neymar de estupro. Eles afirmam na carta que a reunião que fizeram com os advogados de Neymar foi feita a convite do pai do jogador. Hoje (5), em nota [enviada à TV Globo], o pai de Neymar desmentiu essa afirmação, disse que foi o advogado José Edgard Cunha Bueno que o procurou solicitando a reunião e que José Edgard obteve o contato dele por intermédio do repórter Mauro Naves, na quarta-feira da semana passada. O repórter confirma as afirmações da nota do pai de Neymar, mas somente hoje relatou a Globo sua participação no episódio.

Em sua defesa, Mauro Naves explicou que se limitou a repassar os contatos de pai de Neymar ao advogado, a quem já conhecia, porque esperava conseguir a história com exclusividade e que, quando o assunto se tornou público, avaliou que sua participação não teria relevância.

Mauro Naves é um excelente profissional, com grandes contribuições ao jornalismo esportivo da Globo. Mas há evidências de que suas atitudes neste caso contrariaram a expectativa da empresa sobre a conduta de seus jornalistas. Em comum acordo, o repórter Mauro Naves deixará a cobertura de esportes da Globo até que os fatos sejam devidamente esclarecidos.”


A partir do  dia 15 de julho, a Rádio Globo terá nova estrutura e isso ocasionou alterações na programação e demissões no quadro de funcionários. Alguns deles, bastante conhecidos do grande público, a exemplo de Maju Coutinho, Otaviano Costa e Fernanda Gentil.

De acordo com o site Notícias da TV, a rádio deixará de ter programas de entretenimento e passará a concentrar seu conteúdo em música popular. As demissões foram anunciadas na tarde desta quarta-feira (29) e tem além dos três citados acima, outros nomes, como Rosana Jatobá, Leo Jaime, Mariana Godoy, Alex Escobar, Roger Flores, Adriane Galisteu, Marcos Veras e Paulo Vinícius Coelho. Todos eles e seus respectivos programas seguirão no ar até o dia 14 de julho.

Apenas transmissões das partidas de futebol serão mantidas na grade, assim como o programa Globo Esportivo, apresentado por Oscar Ulisses em São Paulo, e Marcelo Barreto, no Rio de Janeiro. “Sempre buscando atender a demanda dos nossos ouvintes, a Rádio Globo vai iniciar um novo projeto de programação. A partir de 15 de julho, a emissora passa a concentrar seu conteúdo em música popular. As transmissões de jogos de futebol continuam na grade, bem como o programa Globo Esportivo”, informou.


Entre as cerca de 100 demissões que estão ocorrendo na Rede Bahia, que é o grupo de afiliados Globo na Bahia, uma delas, infelizmente, é de uma cara bastante conhecida da região Sudoeste. O repórter Ramon Ferraz, é um dos colaboradores que foi desligado da emissora.

O repórter Ramon Ferraz estava na TV Bahia, em Salvador, desde meados de 2015, mas antes já tinha passado alguns anos na TV Sudoeste, em Vitória da Conquista e estudou jornalismo na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

A Rede Bahia chegou a emitir uma nota de esclarecimentos sobre as demissões.

A nota.

Em nota, a Rede Bahia afirma que “está realizando um redesenho no seu portfólio de produtos e na governança das suas empresas” e que “o grupo tem investido na modernização dos processos de trabalho, evoluindo no uso de tecnologias avançadas, o que vem permitindo aumentar a produtividade e manter a segurança operacional”.

As recentes modificações internas são justificadas pelo grupo como motivo principal para que “alguns profissionais finalizem seus ciclos, seja por aposentadoria, para assumirem novos desafios ou por decisão empresarial”. Até então, foram confirmados as demissões da jornalista Anna Valéria, uma das mais antigas integrantes da casa e segundo informações internas, Ramon Ferraz é outro nome entre os demitidos. Na área da produção foram dispensadas Telma Verçosa, Mara Viana e Márcia Freire.

De acordo com informações obtidas pelo Bahia Notícias, a Incontet, empresa de eventos do grupo, terá toda sua equipe dispensada. Os grandes eventos realizados no estado, como o tradicional Festival de Verão, serão realizados a partir de agora em parceria com três outras empresas de evento de grande porte, entre elas, a Salvador Produções do empresário Marcelo Brito.

Profissionais integrantes de outras emissoras locais prestaram solidariedade aos profissionais demitidos da Rede Bahia nesta quinta-feira (2). Entre eles está o apresentador do “Que Vem O Povo”, da TV Aratu, Casemiro Neto que já fez parte da TV Bahia por 18 anos.

“A gente tem que agradecer o fato de estarmos empregados, não é verdade? Um país marcado pelo desemprego acaba de bater na porta e colegas nossos, vários colegas, 120 pessoas. Vocês meus amigos que acabaram de ser demitidos, parabéns pelo trabalho que exerceram durante todo esse tempo e que encontrem uma vaga no mercado de trabalho. Mas saiam com a cabeça erguida, porque até agora as pessoas que eu sei que foram demitidas merecem respeito mesmo! Eu não sei quais os critérios utilizados, mas merecem respeito”, disse Neto.

Rodrigo Ferraz


O jornalista, apresentador e radialista Ricardo Eugênio Boechat morreu no início da tarde desta segunda-feira (11), aos 66 anos, em São Paulo.

estava em helicóptero que caiu na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, e bateu na parte dianteira de um caminhão que transitava pela via. O piloto também morreu no acidente.

Boechat era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM e colunista da revista IstoÉ. Ele também trabalhou nos jornais “O Globo”, “O Dia”, “O Estado de S. Paulo” e “Jornal do Brasil” e foi comentarista no Bom Dia Brasil, da TV Globo. Ele ganhou três vezes o Prêmio Esso, um dos principais do jornalismo brasileiro. Com informações da Globo News.


O participante Vanderson, do Big Brother Brasil 19, foi desclassificado do reality show nesta quarta-feira, 23, após ser intimado para depor na delegacia do Rio Janeiro. De acordo com a TV Globo, a delegada Rita Salim, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, esteve na manhã desta quarta nos estúdios da emissora.

No local, ela intimou o biólogo e coordenador educacional indígena, de 35 anos, a prestar depoimento em inquérito instaurado após denúncias feitas contra o participante. Vanderson foi denunciado por três mulheres em Rio Branco, no Acre, sua cidade natal, sob acusações que envolvem estupro, agressão física e importunação ofensiva ao pudor.

A emissora informou que a saída do participante da casa resulta na sua desclassificação. Ele não será substituído, e o programa seguirá com 15 participantes. O apresentador Tiago Leifert anunciará a decisão na edição desta noite.


Os diretores do SBT estão de ‘cabelo em pé’, principalmente os que dirigem o programa do patrão Sílvio Santos. Isso porque o apresentador perdeu a voz nesta terça-feira (3), no meio das gravações, que precisaram ser adiadas.

A revelação foi feita pela ex-atriz e apresentadora da Globo, Maíra Charken, uma das convidadas da atração. “Fui gravar o programa do tio Silvio, mas foi adiado. Ele perdeu a voz no meio da gravação e será remarcado”, contou aos seguidores no Instagram.

De acordo com informações da revista Quem, o apresentador já chegou com rouquidão aos estúdios, localizados em Osasco, região metropolitana de São Paulo, mas fez questão de cumprir agenda. Ele chegou para a gravação um pouquinho rouco, mas quis honrar o compromisso de gravar. Na metade [do programa], ele foi perdendo a voz”, afirmou uma fonte da revista.

Apesar do susto, pessoas próximas garantem que Sílvio está bem. “Ele está bem. É só rouquidão devido a este tempo seco”, revelou a fonte.


Uma repórter do SportTV sofreu assédio neste domingo (24) quando fazia uma participação ao vivo. Júlia Guimarães se preparava para entrar no ar quando um homem se aproximou para tentar beijá-la. A repórter conseguiu a tempo se esquivar e evitar a agressão. O fato ocorreu por volta das 13h, no intervalo do jogo entre Japão e Senegal, em Ecaterimburgo, pela Copa do Mundo da Rússia.

Segundo o GloboEsporte.com, após evitar o ato agressivo, Júlia Guimarães diz ao homem: “Eu não te dou a permissão para fazer isso. Isso não é educado. Isso não é certo. Nunca mais faça isso com uma mulher”. Júlia fala em inglês com o torcedor que não seria brasileiro. A repórter disse que este não foi o único caso de assédio sofrido por ela. “Estou vivendo isso muito aqui na Rússia, desde olhares agressivos até cantadas em russo, que obviamente eu não entendo, mas sinto”, disse “Na 1ª vez, foi antes do jogo entre Egito e Uruguai, e eu acho que era russo. Agora com certeza era russo. É horrível. Eu me sinto indefesa, vulnerável. Desta vez eu dei uma resposta, mas é triste, as pessoas não entendem. Eu queria entender por que a pessoa acha que tem direito de fazer isso”, afirmou Julia.


Depois de toda repercussão de um vídeo de uma briga associado a Antônio Fagundes, o ator decidiu de pronunciar. Através do stories do seu perfil oficial do Instagram, o veterano relatou que o homem que aparece apanhando no vídeo não é ele. “O vídeo que está circulando esta manhã envolvendo o nome de Antônio Fagundes é fake”, publicou.

 

 

Em contato com o site BNews, a assessoria de imprensa da Globo também negou que trata-se do ator e que o mesmo foi vítima de um “fake news”. Uma nota oficial da emissora deve ser lida pelos apresentadores do Jornal Hoje, na tarde desta quinta-feira (17).


As belezas das praias e dos sítios históricos e naturais de Porto Seguro serão cenário da próxima produção das 21h da Rede Globo, a novela “Segundo Sol”. “Segundo Sol” é a nova novela das 21h da Rede Globo, substituindo “O Outro Lado do Paraíso”.

De autoria de João Emanuel Carneiro, autor de sucessos como “A Favorita” e “Avenida Brasil”. O protagonista é Emílio Dantas, um cantor de axé baiano com carreira decadente que volta a fazer sucesso por causa de uma notícia falsa de sua morte.

Para manter isso, ele decide se esconder no litoral da Bahia para continuar sendo dado como morto enquanto começa uma vida nova. Deborah Secco está no elenco como a mulher do cantor. Adriana Esteves, Letícia Colin, Chay Suede e Fabrício Boliveira também compõem o time de famosos que estarão por aqui durante as gravações.