Blog do Edyy

Alvo de operação da PF, governador do Tocantins é afastado do cargo

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse (PSL), foi afastado do cargo por seis meses após determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A decisão está no bojo da autorização concedida pela justiça para a Polícia Federal deflagrar uma grande operação no Estado que teve o governador e alguns secretários como alvos.

O afastamento foi concedido pelo ministro Mauro Campbell. O magistrado levará a decisão ao plenário da corte especial do STJ ainda nesta quarta-feira (20).

A casa de Carlesse e a sede do governo passaram pelo pente fino da PF que cumpriram mandados de busca e apreensão. Mais de 250 agentes participaram da operação.

Os motivos da operação versam sobre  supostos pagamentos de vantagens indevidas ligadas ao plano de saúde dos servidores estaduais e obstrução de investigações que apuravam irregularidades dentro do governo.

Em nota enviada à imprensa, a Polícia Federal aponta que as investigações já duram dois anos e “reuniram um vasto conjunto de elementos que demonstram um complexo aparelhamento da estrutura estatal voltado a permitir a continuidade de diversos esquemas criminosos comandados pelos principais investigados”.

A PF também informou que as equipes chegaram a Palmas em um avião da FAB para evitar vazamento de informações.

Urgente próximo a Conquista: Mais uma mulher é assassinada na manhã de hoje

Moradores da vizinha cidade de Barra do Choça estão em cheque com dois homicídios em menos de 12 horas.

Depois do assassinato da jovem Fernanda, na noite de ontem, mais uma mulher acaba de ser morta, na manhã desta terça-feira (19), na zona rural do município. A identidade da vítima ainda não foi divulgada.

A autoria e motivação do crime ainda são desconhecidas e os casos estão sendo investigados pela Polícia Civil.

O corpo deverá ser removido para o Instituto Médico Legal de Vitória da Conquista após o levantamento cadavérico.

Baque no tráfico: Polícia Federal apreende cerca de duas toneladas de maconha

A Polícia Federal em Sergipe apreendeu quase duas toneladas de maconha, que estavam sendo transportadas em um caminhão baú, no meio de uma carga lícita de portas de madeiras. A apreensão ocorreu próximo a cidade de Simão Dias, em Sergipe neste domingo (17).

Segundo informação da PF, a equipe teria recebido informações de que estaria para chegar na Região Nordeste do país, um grande carregamento de Maconha, que estaria sendo transportada por um caminhão baú com carga de portas de madeiras e a droga seria distribuída pelos Estados de Sergipe, Alagoas e Pernambuco.

Foram realizadas operações “barreiras policiais” nas rodovias de acesso ao Estado com o objetivo de identificar e apreender a droga que estava sendo transportada. Em um dos acessos ao Estado, próximo a cidade de Simão Dias, os Policiais  abordaram um caminhão baú, cor branca , conduzido por um homem. Na abordagem, o condutor do veículo demonstrou nervosismo e entrou em contradições.

Foi feita uma busca e revista mais detalhada no baú do referido caminhão sendo localizada no meio da carga de portas de madeiras cerca de uma tonelada e oitocentos quilogramas de maconha, que estavam acondicionadas dentro de caixas de papelão.

O condutor do caminhão foi conduzido até a Superintendência da Polícia Federal em Sergipe onde foi autuado por Tráfico Interestadual de drogas e encaminhado ao Sistema Penitenciário do Estado, ficando à disposição da Justiça Estadual.

PM da “Coréia” localiza indivíduos com droga e veículo não licenciado neste sábado

A Polícia Militar não tem dado espaço para o crime, no município de Potiraguá. No final da manhã deste sábado (16), a guarnição lotada em Itaimbé ‘Coréia’, que pertence a Potiraguá avistou dois indivíduos a bordo de uma motocicleta em atitude suspeita.

Ao efetuar a abordagem com busca pessoal os militares encontraram com o carona de um tablete pequeno de substância análoga (à maconha) e a quantia de R$ 129 reais.

Ao prosseguirem com a ação, foi identificado que a motocicleta estaria sem o licenciamento. Sendo assim, a mesma ficou retida e o condutor foi orientado a comparecer na delegacia de Polícia Civil em Potiraguá, na próxima terça-feira.

Oportunidade em que será apresentado o material apreendido onde também será feito um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pela autoridade competente.

Urgente: Mais de 30 pessoas são presas por envolvimento em homicídios

A segunda fase da Operação Unum Corpus, deflagrada pelo Departamento de Polícia do Interior (Depin), mais uma vez reuniu policiais das mais de 400 unidades, das 26 Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpins) da Polícia Civil e retirou das ruas suspeitos de diversos crimes. Entre os presos, 33 são envolvidos com homicídios, marcando 50% das 65 prisões realizadas.
A diretora do Depin, delegada Rogéria Araújo, destacou a importância das prisões de envolvidos com homicídios. “A prisão de suspeitos destes crimes, além de retirá-los do convívio social, proporciona a possível elucidação de crimes violentos letais intencionais. Isso é um dos resultados mais relevantes dentro da Operação Unum Corpus”, destacou.
Durante as ações também foram apreendidas 11 armas de fogo e mais de sete quilos de entorpecentes, entre cocaína, maconha e crack, além de balanças de precisão e outros materiais utilizados no tráfico de drogas. Mais de 29 mandados de busca e apreensão foram cumpridos e entre as 65 prisões, 18 foram em flagrante.
A diretora do Depin declarou que a afinação entre as equipes foi um dos grandes motivadores para o sucesso da operação. “Aqui na Polícia Civil, acreditamos que somos um só corpo. Por isso, estamos cada vez mais coordenados no sentido de trocar informações importantes entre as Coorpins e as Delegacias Territoriais, o que sempre aumenta o número de mandados cumpridos e, consequentemente, de criminosos retirados das ruas”, afirmou

Potiraguá: “Deram linha na pipa” quando avistaram a viatura

Por volta das 10 horas desta sexta-feira (15), a Polícia Militar, da cidade de Potiraguá, enquanto fazia rondas pelo Bairro Sapolândia, avistou um grupo de pessoas em atitude suspeitas, no interior de uma construção.

Ao perceberem a aproximação da viatura policial, os suspeitos empreenderam fuga, se evadindo do local, que segundo os militares, é utilizado para o consumo de entorpecentes.

Ao verificar a construção, foram encontraram uma cápsula de cocaína e uma pedra de  crack. Após fazer a varredura, o material ilícito foi apresentado na Delegacia Territorial de Itarantim. Ninguém foi preso.

 

Urgente: Criminosos morrem em confronto com a polícia: eles foram identificados

Urgente: “Pescoço e Bem” morrem em confronto com a polícia: eles foram identificados

 

Dois homens – identificados como Carlos Henrique, vulgo ‘Pescoço’ e Pedro Henrique, vulgo ‘Bem, naturais de Ubaitaba, morreram em confronto com policiais do PETO da 61ª CIPM e da Cipe Cacaueira nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (15), no bairro Relíquia, em Ubatã. Conforme informações da PM, a Central de Operações recebeu uma denúncia de que havia quatro homens armados traficando drogas e aterrorizando a comunidade do Relíquia. As guarnições se deslocaram até o local e foram recebidos a tiros pelos criminosos. Houve revide e dois suspeitos foram alvejados. A Polícia prestou socorro aos feridos ao Hospital César Monteiro Pirajá, mas a dupla acabou não resistindo aos ferimentos e evoluíram a óbito.

Com os suspeitos, foram encontrados uma submetralhadora de fabricação artesanal, calibre 9mm; um carregador municiado; um revólver cal. 38; uma touca; e um tablete médio de maconha. Os homens mortos são suspeitos de tráfico de drogas, assaltos na zona rural; de uma ação criminosa na seresta que terminou com uma mulher baleada, um homicídio ocorrida às margens da BR-330 e um assassinato ocorrido em Barra do Rocha, ambos ocorridos em setembro deste ano. A dupla já tinha passagem pela Polícia e registrava passagens pela Delegacia de Ibirataia. Em tempo, o material apreendido foi apresentado na sede da CIPE. *Com informações do Ubatã Notícias

Urgente em Conquista: Homem é assassinado na noite desta quarta-feira

A quarta-feira (13) termina violenta na terceira maior cidade da Bahia.

Um homem ainda não identificado foi assassinado a tiros, na feira do Bairro Patagônia, em Vitória da Conquista.

Segundo informações da 78ª Companhia Independente de Polícia Militar, que esteve no local registrando a ocorrência, o crime aconteceu na Rua São Borja.

A autoria e amotivação do crime ainda são desconhecidas.

Familiares da vítima estão desesperados no local do ocorrido.

Urgente: Filho é preso após matar o próprio pai

Um homem de 34 anos foi preso, na última terça -feira (12), por matar o próprio pai com golpes de arma branca. Ele mesmo se apresentou à Delegacia Territorial (DT), de Remanso, afirmando estar arrependido do crime.

O suspeito disse temer represálias e, por isso, entregou-se. A DT havia tomado conhecimento do delito no domingo, quando um familiar do autor registrou a ocorrência, e começou as investigações. Ainda naquela data, a vítima, Vanderlin de Souza Santos, de 55 anos, morreu no Hospital de Traumas, em Petrolina (PE).

A Polícia Civil da Bahia solicitou a prisão temporária do suspeito, que foi deferida pelo Poder Judiciário nesta terça (12). Policiais da DT de Remanso cumpriram o mandado e conduziram o autor confesso do crime à carceragem. Ele vai ser transferido ao Conjunto Penal de Juazeiro, onde ficará à disposição da Justiça.

Desacato: Mulher joga bebida em rosto de policial e se dá mal; assista

Uma cliente de 37 anos foi presa, nesta terça-feira (12), após desacatar policiais militares em um bar na Praça Popular, em Cuiabá. A mulher teria jogado cerveja na viatura e no rosto de um policial.

Segundo os policiais, uma guarnição fazia rondas na região. Os militares desceram da viatura e iniciaram uma conversa com a mulher, que desacatou a guarnição com xingamentos e ofensas. O policial deu voz de prisão e pulou a barreira de segurança do bar para prender a cliente. A mulher apresentava sinais de embriaguez.

Mesmo cercada por dois policiais e dois seguranças, a mulher ainda reagiu e tentou agredir o grupo.

Conforme a polícia, a mulher têm passagem por ameaça, lesão corporal, perturbação, atrito verbal, constrangimento ilegal, vias de fato e injúria