Blog do Edyy

Homicídio Qualificado | Homem que devia R$ 15 mil matou empresária em Vitória da Conquista

Fonte: Blog do Anderson

Após o registro do desaparecimento de Givanete de Souza Nogueira, de 52 anos, as equipes do Draco, DRFR e DEAM deram início às investigações para apurar o caso e na manhã desta quinta-feira (21), menos de 24 horas após tomarem conhecimento do fato, foi dado cumprimento em mandado de prisão expedido contra […] pelo crime de homicídio qualificado e ocultação de cadáver. O corpo da vítima foi encontrado na zona rural de Barra do Choça com apoio da cadela Drika da 77ª Companhia Independente de Polícia Militar. A motivação para o crime teria sido uma dívida contraída por […], em valor aproximado de R$ 15 mil.

 

Itapetinga: Carro cai em ribanceira após pneu estourar em movimento

Um acidente de trânsito foi registrado na tarde desta quinta-feira (21), na rodovia BA-263, no perímetro urbano de Itapetinga. Um carro de passeio acabou saindo da pista e caindo em uma ribanceira após o motorista perder o controle da direção.

O acidente ocorreu porque um dos pneus estourou com o veículo em movimento, segundo testemunhas. A ocorrência aconteceu no trecho entre a ponte de Zé Dias e o Frigorífico Sudoeste. Os dois homens que viajavam no carro não apresentavam ferimentos visíveis.

O motorista passou mal depois do acidente e foi socorrido por uma equipe do SAMU.

Por: IRepórter.blog

 

Rui entrega obras em Mascote nesta sexta-feira 22

O governador Rui Costa viaja para o município de Mascote, *nesta sexta-feira (dia 22), onde vai entregar, às 9h*, a reforma e cobertura do Centro de Abastecimento no Distrito de São João do Paraíso e 100 barracas que vão atender aos feirantes da cidade. A reforma do centro e as barracas foram viabilizadas por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado (SDR). Será também inaugurada a pavimentação da Rodovia BA.678, no trecho Mascote/Entroncamento BA.270, obra realizada pela secretaria estadual de Infraestrutura (Seinfra).

Haverá ainda a inauguração do Estádio de Futebol da sede do município, de um centro de lazer e da pavimentação de ruas nos distritos de São João do Paraíso e de Teixeira do Progresso.

Itarantim: Prefeito Fábio Gusmão recebe em sua residência morador responsável pela construção de quebra-molas em via pública

Na noite da última quarta-feira (20), a prefeitura municipal de Itarantim, através da Secretaria de Infraestrutura, fez a remoção de um quebra-molas construído pelos moradores da Rua Oplínio da Silva Gusmão, no bairro Cajazeiras.

Em prévia, é importante ressaltar que a construção de quebra-molas ou lombadas sem autorização do poder público, ou quaisquer formas de ondulações transversais é terminantemente proibida pela Lei Federal nº 9.503, de 23 de setembro de 1997 o Código de Trânsito Brasileiro – CTB, nos termos de seu parágrafo único do artigo 94, que determina: “É proibida a utilização das ondulações transversais e de sonorizadores como redutores de velocidade, salvo em casos especiais definidos pelo órgão ou entidade competente, nos padrões e critérios estabelecidos pelo CONTRAN”.

Por este motivo, o quebra-molas foi removido e um profissional será designado pela prefeitura para fazer análise técnica e propor a melhor solução para melhorar e tornar mais seguro o trânsito no local.

Convidado pelo prefeito, Fábio Gusmão, Leandro Ludovico de Oliveira, idealizador e executor da obra, esteve na casa do prefeito para um café da manhã, nesta quinta-feira (21). Leandro foi recebido pelo prefeito, Fábio Gusmão, e juntos conversaram sobre o trânsito na Rua Oplínio da Silva Gusmão e adjacentes.

A prefeitura propôs o reembolso dos gastos com o material utilizado na obra e a disponibilizar um profissional para fazer um estudo da Rua Oplínio da Silva Gusmão e demais ruas do bairro Cajazeiras. Para que, após o parecer técnico, possa realizar a construção legal de quebra-molas no local e tomar demais providências, caso necessário.

O prefeito, Fábio Gusmão, se colocou a disposição de Leandro, e demais moradores do município, para novos diálogos sobre ações que possam proporcionar uma melhor qualidade de vida e segurança a população, lembrando ainda de sua proposta de uma Gestão Participativa, onde cada morador poderá, democraticamente, levar suas reivindicações, ideias e necessidades ao poder público municipal.

Leandro entendeu o motivo da remoção do quebra-molas, ficou satisfeito e feliz pela recepção do prefeito, Fábio Gusmão, em sua residência.

 

Conquista: Cipe Sudoeste e Esquadrão Falcão apreendem drogas, dinheiro e outros itens na cidade

 

Equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) e do Esquadrão de Motociclistas Falcão apreenderam drogas, dinheiro e outros itens utilizados no tráfico de drogas, em duas ações, na quarta-feira (20), no município de Vitória da Conquista, Sudoeste baiano.

Um revólver calibre 38, um tablete de maconha prensada, cinco porções da droga prontas para a comercialização, um pacote pequeno de bicarbonato, R$ 800 e um celular foram encontrados com um suspeito abordado por policiais da Cipe Suodeste, no bairro Urbis VI. “Nossa equipe promovia rondas e recebeu a informação sobre um homem que praticava delitos na região. Conseguimos abordá-lo e encontramos o entorpecente e a arma”, detalhou o major Marcos Paulo Moreira Gonzaga, comandante da especializada.

Policiais do Esquadrão Falcão abordaram um Ford Ka, que circulava no bairro Urbis I, e, durante a revista, localizaram porções de maconha. “O condutor se identificou como guarda municipal na cidade de Jequié e tentou fugir, mas foi alcançado”, contou o comandante da unidade, major Carlos Élder Coelho de Abreu.

Com o motorista foram localizados um tablete de maconha, três porções menores, R$ 833, uma balança, um smartfone e o veículo.

Os dois criminosos foram autuados em flagrante no Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) do município

Mudança no DPVAT | Indenização passa a ser pagas pela Caixa; saiba como pedir

A Caixa assumiu em 2021 a gestão dos recursos e pagamentos das indenizações do DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT).

O seguro DPVAT foi criado há quase 50 anos para indenizar cidadãos envolvidos em acidentes de trânsito, sejam eles motoristas, passageiros ou pedestres.

Com a mudança de gestão, o seguro passa por alterações nos formatos de solicitações e pagamentos das indenizações. Vale lembrar, que embora o pagamento do DPVAT esteja suspenso em 2021, o seguro continua existindo.

Entenda como funciona o DPVAT e o que muda para 2021.

Quem tem direito?

Qualquer vítima de acidente de trânsito envolvendo veículos automotores (carros, motos, ônibus e caminhões), sejam motoristas, passageiros ou pedestres, e seus beneficiários. As indenizações são pagas independentemente da apuração de culpados e do reconhecimento do veículo.

São cobertos casos de morte, invalidez permanente total ou parcial, e reembolso de despesas médicas e hospitalares da rede privada por danos físicos causados pelos acidentes de trânsito.

Qual o valor das indenizações?

  • R$ 13.500 em caso de morte;
  • até R$ 13.500 em caso de invalidez permanente, variando conforme a lesão da vítima (100% para total; 75% para as perdas de repercussão intensa; 50% para as de média repercussão; 25% para as de leve repercussão);
  • até R$ 2.700, considerando os valores gastos pela vítima em seu tratamento.

Como solicitar e receber a indenização?

Depende da data em que o sinistro ocorreu. Todas as indenizações são pagas individualmente, sem importar quantas vítimas se envolveram no acidente, e os pedidos devem ser feitos em até 3 anos a partir do diagnóstico.

  • Acidentes ocorridos até 2020

Caso o acidente tenha acontecido até o dia 31 de dezembro de 2020, a solicitação deve ser feita à Seguradora Líder, antiga responsável pelo DPVAT. O processo pode ser realizado pelo aplicativo Seguro DPVAT, pela central telefônica da seguradora ou em um dos pontos físicos de atendimento. Neste caso, o pagamento é feito diretamente na conta corrente ou poupança do beneficiário em até 30 dias após a aprovação do pedido.

Veja os canais no link https://www.seguradoralider.com.br/.

  • Acidentes ocorridos a partir de janeiro de 2021

Para acidentes ocorridos a partir do dia 1º de janeiro de 2021, os pedidos deverão ser feitos nas agências da Caixa, mediante a apresentação de toda a documentação requerida por lei. Um aplicativo, chamado de App DPVAT, deve ser lançado em breve.

Sob responsabilidade da Caixa, o pagamento será feito em até 30 dias após a aprovação da solicitação, em uma Conta Poupança Social Digital da Caixa, no aplicativo Caixa Tem. Caso o beneficiário não possua este tipo de conta, o banco afirmou que fará a abertura gratuitamente.

A Caixa lançou uma página sobre o DPVAT, para tirar dúvida dos beneficiários, e também disponibilizará o telefone 0800 726 0207.

Quais são os documentos exigidos?

Em todos os casos são necessárias cópias de documentos de identificação da vítima, comprovante de residência e do boletim de ocorrência do acidente. Há documentações específicas para cada tipo de indenização.

  • Despesas ambulatoriais e médicas

Boletins de atendimentos médico-hospitalares, ou equivalentes, comprovantes das despesas acompanhados das respectivas requisições e/ou receituários médicos, e cópias do laudo da lesão e dos exames realizados.

  • Invalidez permanente

Laudo do Instituto Médico Legal (IML) informado a extensão das lesões físicas ou psíquicas da vítima, boletim de atendimento médico hospitalar ou ambulatorial, e relatório detalhado do tratamento.

  • Morte

Certidão de óbito da vítima.

Mais detalhes sobre as informações que devem constar em documentações e relatórios, além de possíveis variações pela diferença de cobertura pelas instituições, podem ser consultados nos sites da Seguradora Líder e da Caixa.

Por que a taxa não foi cobrada em 2021?

Mesmo antes de o DPVAT ter sua direção alterada, o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), vinculado ao Ministério da Economia, determinou que o seguro teria prêmio zero (valor cobrado) para o exercício de 2021.

De acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), a cobrança foi suspensa neste ano porque o DPVAT tem recursos em caixa suficientes para a operação. Os recursos são de valores pagos em anos anteriores e que não foram utilizados.

Para onde vai o pagamento do DPVAT?

  • 50% são destinados ao pagamento das indenizações;
  • 45% vão para o Ministério da Saúde (pagamento do atendimento médico de vítimas);
  • 5% vão para programas de prevenção de acidentes.

Segundo Solange Vieira, superintendente da Susep, o governo deve encaminhar ao Congresso ainda neste primeiro semestre uma nova política para o DPVAT. Ela estimou que os pedidos de indenizações podem chegar a 600 mil ao longo de 2021.

Quantos são indenizados por ano?

De acordo com dados divulgados pela Seguradora Líder, antiga detentora do DPVAT, o seguro pagou 353.232 indenizações em 2019. Deste total, 67% foram para invalidez permanente, 22% para despesas médicas e 11% para morte.

Em relação ao ano de 2018, o número de pagamentos por mortes subiu 6%, contra 3% de invalidez permanente. Em despesas médicas, as indenizações cresceram 25%.

A seguradora aponta, porém, que os números de 2019 referem-se às ocorrências no período e em anos anteriores, observado o prazo prescricional de 3 anos para solicitar o benefício.

As motocicletas representam maioria entre os veículos com indenizações pagas. Entre os 353.232 pagamentos, 273.667 (ou 77%) foram motos. Os automóveis ficaram em segundo lugar, com 16%.

E quem pagou a mais em 2020?

No ano passado, ainda gerenciado pela Seguradora Líder, o DPVAT passou por um impasse que gerou variação nos valores. Na época, o prêmio do seguro passou por uma redução de 68% — o novo valor foi suspenso por Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

Após alguns dias, Toffoli voltou atrás de sua própria decisão e manteve a redução dos valores. Com o vaivém, muitos proprietários de veículos pagaram o valor maior do seguro, no período em que a redução de valores estava suspensa.

Com a revogação da medida, a Seguradora Líder abriu um programa de restituição para quem havia pagado a mais — que ainda está disponível, sem prazo para término. De acordo com a Seguradora Líder, mais de 1 milhão de reembolsos já foram feitos. G1

Urgente em Itororó | Loja de celulares é assaltada no centro da cidade

A loja de celulares Leo Cell foi assaltada no início da manhã desta quinta-feira, 21, no Centro de Itororó.

Segundo informações colhidas no local, 2 homens portando revólveres e 1 uma mulher anunciaram o assalto, fazendo ameaças as vendedoras. Exigiram as chaves das vitrines e levaram mais de 20 aparelhos, entre eletrônicos e celulares.

O assalto a loja ocorreu por volta das 08:10h desta quinta e deixou comerciantes assustados.

A polícia foi acionada e faz buscas nesse momento por 2 homens, sendo um pardo e outro branco e uma mulher de cor parda. Os três usavam moletons e mochila nas costas.

Informações do Blog Itororó Já

 

Urgente | Fábrica de vacinas da Oxford/Astrazeneca na Índia é atingida por incêndio

O Instituto Serum, fábrica indiana responsável pela produção da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela universidade de Oxford/Astrazeneca, foi atingida por um incêndio. De acordo com informações da imprensa local o fogo não afetou os imunizantes.

Reportagem do portal Uol indica que ainda não há informações sobre vítimas.

Inicialmente o que se sabe é que o incêndio atingiu dois andares do Terminal 1, onde está sendo construída uma nova fábrica.

O Corpo de Bombeiros está no local para o controlar o fogo.

O Brasil está tentando importar 2 milhões de doses da vacina produzida no Instituto Serum. A Anvisa aprovou o uso emergencial do imunizante no último domingo (17).

Na semana passada, o governo federal preparou um avião para buscar esses imunizantes, mas o governo indiano não liberou as doses, sob argumento de que só faria isso após início da vacinação no país, que ocorreu no sábaodo (16).

Nesta semana, a Índia anunciou que ia começar a exportação de vacinas, mas não colocou o Brasil entre as prioridades. BN

Ministério Público vai apurar conduta de prefeito que furou fila e se vacinou contra a covid-19 na Bahia

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) informou que vai apurar um caso de um prefeito na Bahia, que fez postagem no perfil da prefeitura, na terça-feira (19), mostrando ele sendo vacinado contra a Covid-19. O problema é que o prefeito não está incluído nos grupos prioritários da vacinação, determinados no plano do governo estadual.

São prioridade neste primeiro lote da vacina: trabalhadores da saúde, pessoas de 60 anos ou mais que vivem em abrigos, pessoas com deficiência institucionalizadas, população indígena vivendo em terras indígenas.

O caso ocorreu na cidade de Candiba, no sudoeste do estado. Reginaldo Martins Prado (PSD) tem 60 anos, e foi um dos primeiros a ser vacinados no município. Após a postagem, ele foi alvo de críticas nas redes sociais.

Em nota, o Ministério Público estadual disse que tomou conhecimento do fato e informou que “tomará as medidas cabíveis para apuração do mesmo, que, a princípio, pode se configurar como crime de prevaricação e ato de improbidade administrativa”.

Já o Ministério Público Federal detalhou que eles também pediram a condenação do gestor por ato de improbidade administrativa e a indisponibilidade de seus bens para pagamento de multa no valor de R$ 145 mil.

Confira a lista de pedidos feitas pelos MP e MPF contra o prefeito de Candiba:

  • O impedimento de receber a segunda dose da CoronaVac até que chegue o momento de vacinação do grupo em que se enquadra;
  • O impedimento de fornecer a vacina a qualquer outra pessoa que não se enquadre nos critérios da fase 1, em especial parentes e servidores municipais, sob pena de multa de R$ 10 mil por vacinação de pessoa vinculada ao gestor que não se enquadre no plano de vacinação;
  • A imediata desvinculação de sua imagem de todos os atos da campanha de vacinação até sua finalização, indicando outro servidor municipal para representar a prefeitura;
  • A obrigação de realizar retratação pública, reconhecendo a ilegalidade de seu ato e destacando a importância de a população respeitar a ordem oficialmente estabelecida;
  • A apresentação, ao final de cada etapa da vacinação, do nome, qualificação e critério de cada pessoa vacinada; e
  • Confirmação definitiva dos pedidos de urgência e a condenação ao pagamento de R$ 50 mil, a título de indenização pelos danos morais causados à coletividade.

 

Prefeito que não estava em grupo prioritário para receber vacina contra Covid-19 é imunizado  — Foto: Reprodução / Redes Sociais

Prefeito que não estava em grupo prioritário para receber vacina contra Covid-19 é imunizado — Foto: Reprodução / Redes Sociais

Ao G1, o prefeito contou que tomou a iniciativa para incentivar a vacinação da população, que não compareceu ao posto de saúde, porque estaria com receio de receber o imunizante. Segundo ele, a cidade recebeu 100 doses da CoronaVac.

“Muitos enfermeiros disseram que não iam tomar [a vacina]. Eu fui conversar e perguntei porque não ia tomar, e uns disseram que estavam preocupados. Com isso, eu tomei a vacina em primeiro lugar, para incentivar. Não tomei pensando em mim, mas em incentivar e encorajar as pessoas a tomarem a vacina”, explicou o gestor municipal.

“Várias pessoas no município estão resistindo a tomar a vacina, precisam de uma pessoa para incentivar. Em um município pequeno, de 15 mil habitantes, tem aqueles que precisam incentivar e convencer. Pessoas que não têm conhecimento, que a gente precisa passar essa mensagem. O meu objetivo foi incentivar as pessoas a tomar a vacina. Fiz com boa intenção, tanto que fiz questão de postar nas redes sociais. Eu poderia tomar [a vacina] escondido, mas meu intuito foi divulgar para incentivar as pessoas”, acrescentou.

Reginaldo foi vacinado junto com a biomédica Mirele Costa Cruz do Hospital e Maternidade de Candiba, profissional da linha de frente no combate à Covid-19.

O prefeito contou também que divulgará um vídeo ainda nesta quarta-feira, esclarecendo a situação.

Reginaldo foi eleito prefeito de Candiba para os próximos quatro anos. Ao fim da apuração, Reginaldo teve 52,12% dos votos. Foram 4.249 votos no total.